20 comentários:
De Jean Scharlau a 1 de Novembro de 2005 às 00:03
Quisera ter mais tempo para a Feira, ainda que nem tendo todo o dia consiga-se acompanhar a programação que tem muitos eventos simultâneos. A Feira no JB, hoje:
http://jbonline.terra.com.br/papel/cadernob/2005/10/31/jorcab20051031011.html


De Rosario Andrade a 1 de Novembro de 2005 às 07:02
Ola!
Infelizmente o catolicismo, uma religiao masculina e masculinizante, minou a ideia de deusa mae, e relegou as mulheres para o papel de pecaminosas e tentadoras. A Natureza, outrora considerada como a fonte de vida, foi relegada para mera adereco criado para servir o Homem...

Abracicos!


De Eu Odeio Lula a 1 de Novembro de 2005 às 09:57
Boa a metáfora da Nariz Gelado...Queimada pelo Noblat e sua sanha governista nas fogueiras das vaidades petistas...
Tudo de bom minha santa!
www.euodeiolula.blig.ig.com.br


De Ozéas a 1 de Novembro de 2005 às 14:19
A trajetória feminina registra permanente perseguição. Fico triste com o que fizemos com as mulheres no passado, e me preocupa muito o futuro de minhas duas filhotas.
Bjs


De Luiz Augusto Silva a 1 de Novembro de 2005 às 15:06
Sem querer justificar fatos e sem querer explicar realidades, digo:
as mulheres sempre tiveram e, ainda hoje têm, esse lado "ocultista" mais desenvolvido.
Dessa forma, o fato de serem deusas no Egito e demônios na Idade Média não faz uma antítese, justamente porque a Igreja atacava esses "antigos mistérios" durante a Idade Média.
Eu já conheci várias bruxas, nunca nenhum bruxo; se fosse o inquisidor já tinham sido queimadas umas quatro mulheres, nenhum homem. Portanto podemos acusar a Inquisição de várias coisas, mas não de "machista", não por essa via.


De Nariz Gelado a 1 de Novembro de 2005 às 15:07
Santa,
Que belo post você me dedica!
Tenho até uma gata para fazer jus à bruxa que vive em mim. E ficaria contente se soubesse que habito os pesadê-los de alguns parlamentares.

Bjs.
N.G.


De Luiz Augusto Silva a 1 de Novembro de 2005 às 15:24
Rosario,
Pecas várias vezes em teu texto,
1- o catolicismo não é uma religião masculina, com essa expressão equivocada dás a entender que o catolicismo é uma religião só para homens, o que é um completo absurdo.
2- o catolicismo não relegou as mulheres para o papel que você descreve. Já ouviste falar de Nossa Senhora? de uma rezinha aí, que eles repetem umas 150 vezes no terço? Já ouviste um cantigazinha pelas santas mulheres?
3- nenhuma religião cristã é masculinizante! Isso seria dar características másculas a algo que, logicamente, não deve ser um homem. É tudo que sempre condenamos! a mulher deve se recolher ao seu lugar, se comportar do seu jeito, ter suas próprias roupas e tudo o mais.

Vou te dizer aqui o nome da única religião que masculiniza, que quer fazer a mulher igual ao homem,
FEMINISMO!


De Jacaré Doido a 1 de Novembro de 2005 às 16:09
No antigo Egito não existia a igreja católica, que fez e faz uma perseguição implacável às mulheres.


De Luiz Augusto Silva a 1 de Novembro de 2005 às 16:23
Confirmando o que você tá dizendo, Jacaré Doido, realmente minha mãe e minha prima todo dia tomam uma surra do padre da igreja dali da frente.
Só para constar: eu nunca disse que a Igreja existia no Antigo Egito, disse?


De Freeman a 1 de Novembro de 2005 às 16:51
Olá Santa,
Em homenagem a sua sensiblidade; as belas imagens (e notas) que você publica, postei a primeira foto no meu blog.
Cordial abraço


Comentar post