8 comentários:
De DO a 24 de Junho de 2009 às 13:22
O velhaco deve ter ensinado ao Pinócchio o caminho das pedras,Santa. Aí o atual presidente sentiu o gosto do melado,está mais rico do que nunca e está pouco se importando pra estas "mazelas" da politica.

Como ele acabou de dizer na Globo: o senado que resolva seus problemas.

É uma mamata só!!

Beijos!


De DANIEL a 24 de Junho de 2009 às 15:11
Coronéis. O pior da política ultrapassada.


De Jarbas Marombão a 24 de Junho de 2009 às 15:54
A esperteza fez Lula virar mãe de bandido solto

Tão recorrente quanto tiroteio em faroeste é o diálogo entre o repórter da
TV e a mulher que chora na calçada do presídio conflagrado por uma rebelião.

─ A senhora tem parente lá dentro?

─ Meu filho ─ informa a voz aflita. ─ Fez umas besteiras
porque andou em má companhia, mas é um menino muito bom.

Vai-se conferir a folha corrida e as besteiras não foram pouca coisa. Homicídio,
latrocínio, assalto a mão armada, estupro, tentativa de assassinato, por
aí. A mãe não sabe de nada, ou finge que de nada sabe. O filho é um menino
muito bom.

Tão recorrente quanto essa conversa em dia de rebelião é a arbitrária absolvição
pelo presidente Lula de todos os delinquentes de estimação. Peculato, furto,
roubo, lavagem de dinheiro, estelionato, formação de quadrilha, estupro do
sigilo bancário, um e outro assassinato de prefeito ─ seja qual for
o crime cometido, os autores continuam inocentes. São bons companheiros.
São meninos bons. Culpada é a imprensa, que sofre de denuncismo epidêmico
e enxerga pecado onde só existe virtude.

José Dirceu, Antonio Palocci, Matilde Ribeiro, Benedita da Silva, Severino
Cavalcanti, Jader Barbalho, Renan Calheiros, Fernando Collor, Romero Jucá,
todos os mensaleiros, todos os sanguessugas, todos os aloprados, agora José
Sarney ─ a lista é tão extensa quanto o prontuário da turma. Lula faz
de conta que não sabe de nada.

A diferença entre o presidente e a mulher do presídio é que ela tenta socorrer
um criminoso que está no xadrez porque é uma pessoa comum, ele só socorre
criminosos que continuam em liberdade porque são pessoas incomuns. O destino
transformou-a numa genuína mãe de bandido preso. A esperteza fez Lula virar
mãe de bandido solto. (AugustoNunes)

JARBAS MAROMBÃO
Rio de Janeiro


De Anónimo a 24 de Junho de 2009 às 23:24
A ÚLTIMA DO IMBECIL, ESTA FOI LÁ NO AMAZONAS

Popularidade subiu à cabeça de Lula

Lula disse: "Ninguém pode ficar dizendo que ninguém [alguém] é bandido porque desmatou. Nós tivemos um processo de evolução e agora precisamos remar ao contrário. Nós temos que dizer para as pessoas que, se houve um momento em que a gente podia desmatar, agora desmatar joga contra a gente".

Haja benevolência para entender o contexto e dar um desconto. Mas não dá. A frase é infeliz. Perdoa desmatador e dá a entender que não é bom derrubar a mata agora porque "desmatar joga contra a gente".

Imaginem se jogasse a favor...

http://www1.folha.uol.com.br/folha/pensata/kennedyalencar/ult511u583967.shtml


De Saramar a 25 de Junho de 2009 às 00:13
Santa, como disse o DO, o vampiro maranhense aprimorou os dons do líder e agora ambos, com a ajuda de seus cúmplices, estão acabando com o parlamento brasileiro.
E o povo... nada!

beijos


De Jarbas Marombão a 25 de Junho de 2009 às 16:03
2010, o ano do troco.

Atenção Srs. Aposentados. Ano que vem é o ano do troco! Troco aos que prometeram e não cumpriram. Troco aos que dão bilhões prá banqueiros falidos, empresários “ixpertos” e vigaristas em geral, ao FMI, à Bolívia, ao Equador, ao Paraguai, à Venezuela, mas dizem não ter grana pra dar àqueles que trabalharam e construíram esse país, e hoje são chamados de vagabundos! E peçam aos seus filhos e netos, que vcs. sustentam com suas parcas aposentadorias ( pois não há emprego “neçepaiz”), para não votarem em vigaristas, calhordas, canalhas, corruPTos safados. Nunca mais!!

Jarbas Marombão
Rio de janeiro


De Lúcia a 25 de Junho de 2009 às 23:50
As explicações do meu neto, pessoa extremamente qualificada com mestrado na Sorbonne e doutorado em Havard, são suficientes para mostrar a verdadeira face de uma campanha midiática para atingir-me na qual não excluo a minha posição política, nunca ocultada, de apoio ao presidente Lula"e seu governo”.

(Fala de José Sarney, em defesa do neto que criou uma "empresa” para intermediar empréstimo consignado para funcionários do Senado).


De Lata a 26 de Junho de 2009 às 00:01
FORA OS SARNEY´S , JÀ !


Comentar post