De Sílvio Vasconcellos a 8 de Abril de 2009 às 13:50
É difícil ocultar nossas pegadas. De cada caminho que trilhamos trazemos algo. No caso desse fotógrafo, a arquitetura permeia sua obra: curvas, retas, espaços vazios, espaços abarrotados, história da arte, crônica e contemporaneidade. Assim somos todos: a arquiteta que vira professora e depois blogueira; o administrador que se torna professor. quantas outras trajetórias poderiam ser aqui testemunhadas... alguém se habilita a seguir seus próprios rastros, sacudir a sandália para ver que areia dali se solta?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres