De Deu na Folha 1 a 7 de Abril de 2009 às 00:55
Assessor econômico de Obama recebeu US$ 5 mi de fundo

Lawrence Summers, principal assessor econômico do presidente dos EUA, Barack Obama, recebeu ao menos US$ 7,7 milhões (R$ 17 milhões) nos últimos 16 meses trabalhando para o fundo de hedge (tipo de fundo de caráter agressivo) D. E. Shaw e concedendo palestras a bancos agora socorridos com dinheiro público.
Em 30 de julho de 2008, menos de dois meses antes de entrar em concordata e finalmente falir, o banco Lehman Brothers, por exemplo, pagou US$ 67,5 mil para Summers por uma palestra concedida a alguns de seus funcionários.
Do Citigroup, que já recebeu mais de US$ 45 bilhões em dinheiro dos contribuintes para se manter à tona, Summers, embolsou US$ 45 mil. Do JPMorgan, também socorrido, outros US$ 67,5 mil. Em 12 de novembro passado, quando a crise atual já se alastrara por todo o sistema financeiro e Obama já estava eleito presidente, Summers recebeu outros US$ 45 mil do Merrill Lynch.
Ao saber que o banco seria contemplado com ajuda estatal, ele decidiu doar o dinheiro para instituições de caridade. Continua...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres