11 comentários:
De Betinha a 24 de Março de 2009 às 07:14
Não é possível que depois disso tudo o povo continue a eleger e reeleger a cambada que envergonha o senado.


De PoPa a 24 de Março de 2009 às 10:28
Há alguns anos, um "meio parente" trabalhou como assessor de um senador, em Brasília. Contou que era impossível todos os funcionários lotados no gabinete trabalharem ao mesmo tempo, por absoluta falta de espaço! E gabinetes de senadores não são aquelas baias dos deputados. São gabinetes enormes!


De puteiro-nacional a 24 de Março de 2009 às 12:10
Fora os temas apresentados, toda vez que entro em seu blog me encanto com a apresentação da sua página. É de muito bom gosto!

Um abração, Ju


De Sílvio Vasconcellos a 24 de Março de 2009 às 12:59
Alguém lembra em quem votou nas últimas eleições parlamentares?
É hora de cobrar dos senadores e deputados um pouco mais de vergonha na cara. De que adianta se colocarem no papel de fiéis defensores do bem público quando o assunto é executivo ou judiciário enquanto tem seus tapetes recheados de assessores que cabem na folha mas não cabem na sala?


De Anônimo a 24 de Março de 2009 às 13:30
Despesas com saúde: consta que os planos de saúde dos senadores são vitalícios (RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA; nada devido à Costituição ou lei). Mesmo depois de concluídos os mandatos, continuam com o direito (exceto os dependentes; esses, só durante o exercício da função).

Quando um suplente assume, mesmo apenas para fazer um único discurso, também faz jús ao privilégio, DE MODO VITALÍCIO. E cada senador tem DOIS suplentes.

Alguma divindade muito poderosa, além de brasileiro, deve ter sido senador ou suplente. Teve 14 bilhões de anos para isso.


De Duda a 24 de Março de 2009 às 13:51
Quando De Gaulle disse que o Brasil não é um país sério, ainda teve gente que ficou ofendidinha...


De a 24 de Março de 2009 às 14:15
Disse bem: "O senado brasileiro, só ele,..."

Se passar para o executivo daí é que a porca torce o rabo.

E se for a Floripa ver a mordomia que nós (contribuintes) pagamos para a filha de Lula, então... Só de segurança e carros oficiais é uma frota.

Isso, sem falar nos gastos da pupila em cartões corporativos....


De Ex-petista a 24 de Março de 2009 às 14:19
A propósito.

É a filha Luriam (da Silva)? A que administrou uma ONG em 2003...e cuja conta desapareceu, prestação de contas ..tudo evaporou .

A que estudou na França ? E quem está pagando esses carros, sou eu ? É voce? Cambada de tubarões, larguem o dinheiro do povo!!!


De Lenice a 24 de Março de 2009 às 15:08
Meu Brasil, brasileiro!!!. Mire-se em qualquer país do mundo, minimamente decente, e faça urgente uma reforma administrativa/burocrática, ética. EM TODOS OS PODERES, ESTATAIS, ETC... Para o bem da sociedade, do contribuinte, da história,... Veremos então desaparecer centenas de milhares de cargos inúteis. Que servem apenas para encher o bolso e a poupança de urubus no dinheiro público.


De Anónimo a 24 de Março de 2009 às 15:27
Ao comentário de meu colega de anonimato (aí em cima, às 13h30), cito algo do domínio público, em:

http://congressoemfoco.ig.com.br/DetEspeciais.aspx?id=26933

"Senado ressarce suplente com mandato de 45 dias - Congresso em ...23 Mar 2009 ... O Ato 9 da Mesa Diretora, de 1995, que garante assistência médica a senadores e ex-senadores, estende o benefício aos suplentes que tenham ...
congressoemfoco.ig.com.br/DetEspeciais.aspx?id=26933 - 46k - "

Para quem gosta de pesquisas no Google, sugiro uma busca com o argumento:

senador "assistência médica"

É um prato cheio

Anônimo II



Comentar post