De Mário a 2 de Maio de 2007 às 13:37
Lamentável realidade. No governo federal acontece o mesmo. A esposa do Berzoine e a do Palocci, dentre diversos outros familiares de amigos do primeiro escalão, foram nomeadas, no primeiro mandato, como assessora(e)s especiais da Presidência da República com salários superiores a R$ 10.000,00. Isso sem falar no Judiciário, onde filhos e apadrinhados de Desembargadores e Ministros, são empossados em cargos técnicos no gabinete de outros Ministros e Desembargadores amigos daquele em afrontosa troca de favores pessoais. Pobre do trabalhador brasileiro, sempre homenageado e desprezado com essas cruentas injustiças acobertadas pelas aparências de "cargos de confiança" admitidas pelo estado de direito.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres