23 comentários:
De Toque das ruas a 13 de Setembro de 2007 às 17:55
Santa,

Não aguento mais ser mandada "para aquele lugar" por essa corja.


De Maria Oliveira a 13 de Setembro de 2007 às 18:01
Veja aí a educação doméstica dada pelo presidente do nosso senado ao seu pupilo (pit boy) Rodolfo Calheiros.


De artepublica a 13 de Setembro de 2007 às 18:39
A propósito...Imagine se Renan Calheiros fosse do Piauí..., Frase dita pelo pseudo jornalista Paulo Henrique Amorim publicado em seu BLOG. o referido jornalista deve lavar a boca antes de falar de forma preconceituosa do Estado do Piaui. Lembrando que o único que deu importância a esse jornalista foi o senador relator truculento que defendeu de Renan. Sem, comentários...


De Clau a 13 de Setembro de 2007 às 19:05
Ele não está saudando a imprensa não Santinha, está demonstrando seu apreço pela parcela do povo que ainda acha que uns dos grandes eufemismos petistas, o tal do 'erro', é crime.

É igual ao eufemismo 'relaxa e goza' de Marta Suplicy: um sonoro 'foda-se' para todos nós.


De nido a 13 de Setembro de 2007 às 21:59
É uma canalha. Não existe outro adjetivo. E assim o petismo vai construindo a história no governo.


De Nat a 13 de Setembro de 2007 às 22:35
Santíssima, mil perdões pela prolongada ausência. Espero que esteja completamente restabelecida! Volto aos poucos, ganhando ritmo.

Bjs


De Mini Contos Cotidianos, Sílvio a 14 de Setembro de 2007 às 10:14
Lula nunca soube de nada, mas agora sabemos quem sabe de tudo: Renan.

Todos tem o rabo preso com ele: Defendeu Collor, foi Ministro da Justiça de FHC e agora é o candidato eleito pelo Planalto como Presidente do Senado Federal.

Ele sabe tudo.

1) Sabe como levantar verbas para campanhas: é "amigo" de lobistas com quem troca serviços por dinheiro de caixa 2;

2) Sabe tudo de mensalão: tem um séquito de deputados e senadores que apoiam tudo que ele disser para ter uma fatia da pizza;

3) Sabe dos casos amorosos: para que ter a jornalista da Playboy e não se divorciar se não pode contar prá ninguém?;

4) Sabe das concessões de rádio e TV que fazem parte das moedas de troca comuns há décadas por aquelas bandas (largas, moduladas, todas)

Quem traria a cabeça de quem sabe tanto? Que dedo que não estivesse lambuzado de merda poderia apontá-lo culpado?

Amigos, oposição e governo são mímicos, palhaços a alegrar a plebe. São todos artistas do mesmo espetáculo, fazendo jogo de cena para ludibriar-nos. E a fala é sempre a mesma:

- Eu voto contra, você a favor, OK? Assim conseguimos continuar o Show de Trumann! Fingimos que queremos tirá-lo, vocês fingem que que ele é honesto, a imprensa finge que não se favorece do poder e o público, ah, o respeitável público... Eles fingem que acreditam em nós e tudo continua na mesma.

Para quem não conhece, recomendo a crônica semanal de Luciano Pires, no site: http://www.lucianopires.com.br/idealbb/view.asp?topicID=6220</a>

Sílvio Vasconcellos


De Saramar a 14 de Setembro de 2007 às 10:43
Sem comentários. Seriam impublicáveis.
Perdão.

beijos


De L. a 14 de Setembro de 2007 às 12:24
Ah, Dinamarca....
Que delícia deve ser morar onde tem (apenas) "algo" podre, e não sua totalidade.

OPA!
Blog destaque?
Qta honra....
;O)


De xnem a 14 de Setembro de 2007 às 12:56
Los nombres de los personajes cambian con los kilómetros y las fronteras, las maneras y los gestos; son los mismos en todas partes.


Comentar post