De Nal a 17 de Junho de 2008 às 14:49
Sou de uma região canavieira, município de Nazaré da Mata, Pernambuco, conheço e convivo com esta comunidade que são os cortadores de cana. Vida dura, duríssima. A miséria, sem perspectiva, de melhora e avanço para a melhoria de vida. Trabalho escravo é pouco para definir essa jornada. E a pior escravidão é aquela em que esses cidadãos não são reconhecidos como trabalhadores e homens livres. Sujeitos ao domínio de políticos locais.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres