47 comentários:
De Duda a 15 de Fevereiro de 2007 às 09:55
Incrível! O poder da fotografia.Parabéns pelo post, Santa.


De Eduardo a 15 de Fevereiro de 2007 às 10:10
Dalí é um dos meus pintores preferidos. Visitei em 2004 uma exposição itinerante (fotográfica) em Madri sobre a obra dele que percorreu toda a Espanha.


De liliane a 15 de Fevereiro de 2007 às 11:52
Fantásticas!


De cantabile a 15 de Fevereiro de 2007 às 12:14
Excelente!
Não tenho mais nada a dizer além disso.
beijos e parabéns


De DO a 15 de Fevereiro de 2007 às 13:21
Achei muito interessantes,SANTA.
Beijão!!


De Marquinho a 15 de Fevereiro de 2007 às 14:25
Santa,

Pena não ter a tradução do inglês nos textos de referência das fotos. Revi algumas que já conhecia só não sabia que tinham esse valor histórico.


De Roy Frenkiel a 15 de Fevereiro de 2007 às 15:18
Ha tambem a crianca africana, com o urubu esperando sua morte, nao ha? Fantastica postagem, Santa. Bjx RF


De Betty Branco Martins a 15 de Fevereiro de 2007 às 15:25
Santa querida

Muitos Parabéns por este excelente post

De facto estas fotos mudaram o mundo de uma forma marcante

Beijinhos com carinho


De Saramar a 15 de Fevereiro de 2007 às 15:37
Maravilha!
Adoro fotografia e essas são realmente históricas e emocionantes.
Obrigada, Santa.
beijos


De david santos a 15 de Fevereiro de 2007 às 16:05
Olá!
Santa, excelente trabalho. Agora espero que estas fotos marquem pela positiva.
Santa, desculpa uma observação: em "BELA. A BRASILEIRA" não existe nada de depreciativo. Embora haja a intenção, que não é o teu caso, de considarem bunda uma palavra obscena, mas não é. Aquela Bela é, para mim, a mulher mais bela do mundo. O texto somente quer dizer isso, mais nada. Canta, dança, ri, mas tem um interior forte e tolerante e ama acima de todas as coisas. Eu apenas não dei o título a "BRASILEIRA. A MAIS BELA", porque estava a ser xenófobo em relação às outras mulheres do mundo. A única matreirice que o texto tem, é precisamente, eu não querer estar a diminuir as mulheres do resto do mindo em relação às brasileiras, mais nada. Não é que eu não tenha o direito de o dizer. Pois até acho que é verdade, mas seria pouco cordial da minha parte.
Estou a dizer-te isto, porque penso teres entendido o meu raciocínio.
Obrigado.


Comentar post