Sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

“O Banco Central pede serenidade como o capitão do Titanic mandava a orquestra tocar"


Já é maxidesvalorização. De 26 moedas emergentes, o real foi que mais perdeu: 35%. Desde agosto, se a conta do PIB for feita em dólar, é como se o Brasil tivesse perdido US$ 309 bi. Parte é efeito dos derivativos dos exportadores, um problema que ninguém sabe a dimensão. Um exportador me disse o seguinte: “O Banco Central pede serenidade como o capitão do Titanic mandava a orquestra tocar" (...)

Mas o pior é que como aconteceu com a Sadia e com a Aracruz, as empresas exportadoras compraram um complexo produto financeiro que lastreou mais as operações do que se imagina. Dois operadores do mercado me explicaram que os bancos ofereciam às empresas empréstimos em que os juros seriam menores se ao mesmo tempo a empresa também fizesse uma opção de câmbio.

Outras coisas que nada têm a ver com isso estão parando. No mercado imobiliário, ninguém faz novo investimento.

— Não há decisão de investimento. Está todo mundo esperando passar o furacão, coberto com o cobertor até o olho — disse Eduardo Zaidan, diretor de Economia do Sinduscon-SP.

Na Associação das Agências de Viagem, Leonel Rossi, diretor de Assuntos Internacionais, disse que os turistas estão pedindo tempo. Está tudo em compasso de espera.

Em outros setores que a coluna ouve é a mesma resposta. O que foi feito no passado está sendo concluído, fábricas serão inauguradas, mas nada se começa e tudo que pode está sendo suspenso. Isso pode aprofundar a crise. É só uma continha arbitrária, mas o PIB brasileiro era, em agosto, de US$ 1,5 trilhão; hoje é de US$ 1,19 trilhão.

O país está mais pobre, e não é apenas uma questão contábil. Leia mais:"O peso da maxi", Aqui


Ilustração do afundamento do Titanic por Willy Stöwer, Blog do Arlan



Publicado por Blog da Santa às 09:07 | | Comentar

10 comentários:
De Catacontos a 10 de Outubro de 2008 às 09:32
É de meter medo!


De Anónimo a 10 de Outubro de 2008 às 09:54
Quando houve a maxi desvalorização do Real de FHC parecia que não iríamos nos recuperar tão cedo (ao contrário, devagar e sempre, o valor do dólar foi subindo, subindo...). Até que veio um barbudinho sem pós na Sorbonne e, pasmem, aos poucos nossa economia colocou o dólar a um patamar mais baixo, creio que a níveis abaixo do início do governo tucano-pefelista. O pessoal gostou? Parece que muita gente não. Era ruim para exportadores, era conveniente não cair tanto, etc. Muito bem, agora subiu, mas do que é mesmo que estão reclamando? Só se foi pela rapidez com que isso aconteceu. Mas o dólar não chegou a quase 4 reais no fim da era FHC? Os especuladores não se deram bem à beça com o oportunismo eleitoreiro? E não nos recuperamos? Sim, esplendidamente! Vai entender os críticos...


De Blog do Arlan a 10 de Outubro de 2008 às 09:59
Obrigado por colocar o meu link. Um abraço!


De Betinha a 10 de Outubro de 2008 às 10:01
A fixação em FHC que a petralhada tem em, só Freud explica!


De Iran a 10 de Outubro de 2008 às 12:49
Santa,

Isso tudo não passa de uma "marolinha", conforme afirmou Lula o presidente, para a população.


De Clê a 10 de Outubro de 2008 às 13:11
Santa,

Fora as mentiras deslavadas de Lula nos palanques , nenhum comunicado oficial do governo, nenhum esclarecimento técnico, nenhuma orientação a população sobre como proceder diante dos acontecimentos. As pessoas leigas em economia como eu, ficam atrás de opiniões de economistas para tentar entender o que se passa.

EITA, TERRA DE NINGÚEM, SEM LEI E SEM GOVERNANTE!!!.


De Eduardo a 10 de Outubro de 2008 às 13:28
O irresponsável estava hoje, depois de tudo repetindo na imprensa, que a população gaste no Natal. Tudo porque o olho gordo do petralha está no segundo turno, em SP, em particular.


De Anónimo a 10 de Outubro de 2008 às 16:48
Falou o prêmio Nobel de Economia:

‘Vamos ter um Natal extraordinário no Brasil’, Lula aos portais de internet


De Fabiana a 10 de Outubro de 2008 às 16:52
O Natal de Lula será extraordinário, sem dúvida. Uma ceia de especiarias e bebidas finas, preparada por uma equipe de 80 mordomos palacianos, sem que ele precise desembolsar um só REAL do bolso dele.


De Carlos Eduardo da Maia a 10 de Outubro de 2008 às 16:56
Esta crise é do papel que a gente não vê. É a crise do dinheiro virtual. É a crise da grana que é passada de um lado para outro pela via eletrônica. É dinheiro que parece não existir, que a gente não enxerga, não pega, não coloca no bolso e que circula alegremente por ai. É a crise do dinheiro sem peso, daquele que não é ouro. No final das contas, na hora do resgate, na hora de colocar a grana debaixo do colchão, o dinheiro desaparece, ele não existe. São transações de papel fictício, de valor imaginário, de conteúdo ilusório. Talvez essa crise seja da própria modernidade ou da pós modernidade. Afinal, que mundo estamos embutidos?


Comentar post

BEM VINDOS!
ORKUT

Página da Santa

Comunidade da Santa
 

POSTS RECENTES

Novo endereço

Até breve!!

QUANTO VALE UM POBRE?

Narcoterroristas da Colôm...

Popular até para os morto...

Atenção! O trem-bala já n...

OS 85 TRIBUTOS COBRADOS N...

Dilma. A mulher "pode" !

Brasil: pós palanque e br...

Lula ressuscita a CPMF pa...

"O pior não é morrer de fome num deserto: é não ter o que comer na Terra Prometida" (José Lins do Rego)
ARQUIVO

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

MAPA ELEIÇÕES ESTADUAIS
Oposição é campeã na disputa pelos Estados (10 vitórias) contra 4 do partido governista.
BLOGS ESTRANGEIROS
  • A Natureza do Mal (Portugal)
  • Abulafia (México)
  • Abrupto (Portugal)
  • AEA(Portugal)
  • Astrolabio(Chile)
  • Bellxone(França)
  • Blog-sem-filtros(Portugal)
  • Betty Branco(Portugal)
  • COGIR (Portugal)
  • Das Pipi Pausa (Chile)
  • Dispersamente(Portugal)
  • Dra.Daniela Mann(Portugal)
  • El Escarabajo gris
  • Estados Gerais (Portugal)
  • Fado Falado (Portugal)
  • Fases da Lua Cheia (Portugal)
  • Foto Escrita (Portugal)
  • Impressões(Inglaterra)
  • In Mente (Portugal)
  • Kurika (Portugal)
  • Martha Clmares(Venezuela)
  • Menina Marota(Portugal)
  • Mixtu (Espanha)
  • Inquetudes(Espanha)
  • Novo Mundo(Portugal)
  • Nuvolaglia (Peru)
  • O Insurgente(Portugal)
  • Olhos de Órus(Portugal)
  • Os Intensos (USA)
  • Pisconight (Portugal)
  • Sabedoria(Portugal)
  • Ser Rizomático (Espanha)
  • Só Verdades(Portugal)
  • V-P(nieto) (Portugal)
  • Xnem(Barcelona)
  • BLOGS BRASILEIROS
  • A Marvada Pinga
  • A Moita do Moita
  • A Nova Corja
  • A Casa do Zé Carlos
  • As Culturas Reagem
  • Alquimistas do Brasil
  • Abuláfia
  • Arte Incomum
  • Arte de Fazer
  • Arte Popular
  • Apoio Fraterno
  • Abrindo Janelas
  • Alerta Brasil
  • Angelo da Cia
  • Amor Natural
  • Aqui não, Genésio
  • Aparte
  • ArtMonta
  • Arte Pública Blog
  • Bento vai pradentro
  • Boa Temática
  • Blog do Arlan
  • Blog do Carlos Caldas
  • Blog do Clausewitz
  • Blog de Daniel Butzke
  • Blog do Fábio Mayer
  • Blog do Ferra Mula
  • Blog do Hynkel
  • Blog do Joca
  • Blog do Maninho
  • Blog do Tunico
  • Blog do Tunico 2
  • Blog da Juju
  • Blog da Loba
  • Blog da Magui
  • Blog do Patrick
  • Blog da Nariz Gelado
  • Blog do Tambosi
  • Blog do Sombr4
  • Blog do Ozéas
  • Blogs Coligados
  • Blogando Francamente
  • Brazil Liberdade e Democracia
  • Brazil Business
  • Business Opportunites
  • Cadinho Roco
  • Camarada Arcanjo
  • Caótica
  • Cláudia Perrotti
  • Clenira Melo
  • Chega Mais
  • Circo Sem Futuro
  • Contos e Encontros
  • Contos que conto
  • Connaction
  • Coisas Caseiras
  • Contra o Vento
  • Cosmologia: ciência e arte
  • Culturas Híbridas
  • Da indignação à Ação
  • Desabafos do Amor
  • Deu no Jornal
  • Devaneios de Lilith
  • Diplomatizzando
  • Doutro Lado do Mar
  • Eduardo Souza
  • Educa Fórum
  • Equilíbrio
  • Em Outras Palavras
  • Escrevinhações
  • Estórias Essenciais
  • Ex-petista
  • Expectativas Racionais
  • Fabiana Melo
  • Fábio Mayer
  • Falares
  • Fermento Cínico
  • Flor de Lis Branca
  • Giocomo
  • Frodo Balseiro
  • Gazeta Cultural
  • Grupo da Quinta
  • Idéias e Histórias
  • Ilustrada PPG
  • Indecência Verde Amarela
  • Jus Indignatus
  • Kafe Roceiro
  • Lata Mágica
  • Leão Nazareno
  • Leite, Luz e Linha
  • Lesados em Geral
  • Lena Casas Novas
  • Limpa Brasil
  • Lucasivuca
  • MaGenCo
  • Maria B
  • Maria Oliveira
  • Meu Primeiro Bebê
  • Memorial IAC
  • Meus Ditos
  • Mini contos cotidianos
  • Minimínimos
  • Minuto Político
  • Netuno
  • Miolo de Pote
  • Nacionalista
  • Novas - Vera
  • O Copista
  • O País da Piada Pronta
  • O que pensa Aluízio
  • O Carapuceiro
  • Olhos de Marina
  • Outras Letras
  • PT Nunca Mais
  • Palavras ao Leu
  • Pensar Político
  • Pedra Fundamental
  • Pérolas aos Porcos
  • Plenos Pecados
  • Poemas e Amores
  • Porto das Crônicas
  • Por Cuba Livre
  • Por Outro Lado
  • Por um Novo Brasil
  • Pinkart
  • Pobre Pampa
  • Postura Ativa
  • Quintal do Leão
  • Ramses Séc XXI
  • Resistência
  • Rodrigo Constantino
  • Rótulo
  • Serjão comenta do céu
  • Sei.Não.Maga
  • Simpatia e Esculacho
  • Sobesta Blog
  • Soube?
  • Som Barato
  • Star Sasa
  • Toque das Ruas
  • Toca do Calango
  • Toca dos Seis
  • Tubarão
  • Santa do Blog
  • Uni-verso In-verso
  • Vaca Atolada
  • Varal de Idéias
  • Verbi Gratia
  • Vida Nova
  • Vôo Subterrâneo
  • Vox Libre por Antonio Rayol
  • Walter Carrilho
  • Zigue-zagueando
  • Contraditório
  • Jean Scharlau
  • Zé Povo
  • Novembro 2010
    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab

    1
    2
    3
    4
    5
    6

    7
    8
    9
    13

    16
    17
    18
    20

    21
    22
    23
    24
    26
    27

    28
    29
    30


    Brasileira em Lisboa, Portugal
    blogs SAPO
    tags

    “força aérea

    300

    80 anos de bento xvi

    aeronáutica

    affonso romano

    agência nacional de aviação civil

    água

    alimentação medieval

    alinhamento ideológico

    amarildo

    ancine

    andre desek

    anibal phillot

    animação

    ariano suassuna

    arquitetura

    arsenal

    arte

    arte brasileira contemporânea

    arte contemporânea

    arte pop

    arte pública

    artes visuais

    assalto

    assédio

    assembléia legislativa de perrnambuco

    atendimento aos municípios

    bacanal

    banco do brasil

    bento xvi

    bienal

    bloogueiros portugueses

    bobagens

    bolívia

    boris kossoy

    boris nikoláyevich yeltsin

    brasil

    bruna putistinha

    bruna surfistinha

    caetano veloso

    caetés

    campanha na rede

    cansei

    caos aéreo

    caricatura

    carlos wilson

    cartel

    células-tronco

    cenografia

    censura no brasil

    charge

    christina fontenelle

    cidades

    cinema

    classe média

    clement greenberg

    clodovil

    co-rio

    combater ao crime

    comissão de constituição e justiça do se

    comunicação

    congressistas

    congresso nacional

    conselho nacional de cinema

    controlador de vôo

    corrupção no brasil

    cow parade

    cow parade no brasil

    cpi do apagão

    crime

    crítica de arte

    culinária temática

    curadoria

    cursos

    diogo mainardi

    escultura

    fotografia

    governo

    governo do pt

    governo lula

    humor

    impunidade

    lei rouanet

    literatura

    lula

    mec

    minc

    patrocínio cultural

    poéticas

    política

    política cultural

    política pública

    políticas públicas

    prefeitura são paulo

    pt

    segurança

    turismo

    universidade

    violência

    violência urbana

    todas as tags