De Silvio Vasconcellos a 21 de Novembro de 2008 às 08:47
Oi, Santa!

Sobre o post de localizar pessoas... fiz um teste com uma velha amiga que mora nos EUA. Acabo de descobrir que ela correu a Maratona de NY!!!

Sobre as cotas, estou entre esses 9% dessa pesquisa. Sou a favor. Acredito que haja outras pesquisas com resultados diferentes.

Sou branco, estudei em escola pública a vida toda por não ter recursos e quando cheguei ao ensino superior, tive que estudar e universidade privada. Para que eu estudasse numa pública, deveria ter tempo disponível para estudar na hora que eles quisessem, submeter-me a empregos free-lancers, passar por um pré-vestibular restritivo ao extremo que só quem era oriundo de escola privada e tivesse condições de pagar curso vertibular de alto nível teria acesso.
Sei que é um assunto polêmico, sei que a época é outra, mas prefiro que meus impostos alavanquem possibilidades para os mais necessitados. Sempre haverá quem usufrua disso em benefício próprio, afinal, HECHA LA LEY, HECHA LA TRAMPA, já diz um amigo argentino.
Mesmo um negro, ou pardo, ou de baixa renda, terão que passar pelo funil do vestibular, porém num vão mais largo, onde tenham alguma chance.
Falar em democracia com a nossa história, que carrega favelas desde a colônia é muito mais amplo do que pagar com nossos impostos a universidade de poucos.
Não sou contra que todos tenham acesso ao ensino público de qualidade. Ao contrário, seu plenamente a favor. O ideal é que o sistema de cotas seja extinto em 30, 40 anos, mas que pelo menos 1 ou 2 gerações tenham acesso facilitado.


Beijo

Sílvio


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres