De Anónimo a 27 de Outubro de 2008 às 11:18
LULA TENTA SE DEFENDER COM TESE FURADA


Lula ontem decidiu se comportar como analista de eleições, por que não? Há pouco mais de dois meses, vociferava nos palanques que o partido obteria uma vitória esmagadora. Em São Paulo e em Natal, botou a boca no trombone, reclamando de candidatos de outros partidos, até do DEM, que usariam o seu nome. Na capital paulista, gritou: ?Eu tenho lado?. A campanha de Marta martelava: era ela a candidata do presidente Lula.

A esperança venceria de novo, "com a força do povo" e, obviamente, com... Ele, 80%.

Talvez seus índices de aprovação estejam no mesmo lugar. Mas ele foi rejeitado como guia de cego. Porque o eleitor, acertando e errando, cego não é. E uma frase sua merece ser comentada em particular:

"Foi uma eleição em que ninguém falou mal do presidente, do governo federal".

Sim, revela a obsessão de que jamais falem mal dele ? todos conhecemos a sua vaidade. Mas é preciso que fique claro que o partido que costuma malhar o governo federal em eleições municipais não o fez desta vez porque... está no governo federal!!! (R.A.)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres