De Anónimo a 9 de Agosto de 2008 às 11:52
Wang Wei, vice-presidente-executivo do comitê organizador, havia prometido "completa liberdade" à imprensa durante o evento, mas grupos de direitos humanos duvidam desse compromisso do regime chinês.

Em entrevista coletiva, o ministro da Tecnologia, Wan Gang, deu sinais de que as restrições devem ser mantidas.

"A China sempre foi muito cautelosa quando se trata da internet. Não tenho nenhuma informação clara sobre quais sites serão fechados ou monitorados. Mas para proteger a juventude há controles sobre sites insalubres", afirmou.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres