39 comentários:
De Walter Carrilho a 29 de Junho de 2007 às 08:14
Pois é, tava mesmo pensando em fazer uma comparação entre Brasil e Lost. Tudo é estranho, ninguém sabe como termina e, mesmo estando perdidos, todos os personagens parecem tranquilos, levando a vida. Exatamente como os quase 200 milhões de outra "ilha estranha", manja?


De Nido a 29 de Junho de 2007 às 09:03
Outro produto da série: Um taco de beisebol autografado pelo Chavez, encontrado na fuselagem, que daria um bom dinheiro.


De Duda a 29 de Junho de 2007 às 09:08
Santa,

Isso porque que é só a snopse!. Se conseguiram esse roteiro, o que não farão com a obra em si?


De Anónimo a 29 de Junho de 2007 às 09:33
Lost ou Matrix?, se depender das máquinas esta terra nunca será pacifica, lembra quando o agente Smith diz que a primeira versão da Matrix era o paraiso e todos os humanos começaram a se matar por falta de problemas?, não gosto muito do seriado Lost, na verdade nem assisto, mas a sua versão está perfeita, melhor impossível.

Bjs

Marcos Santos


De Anónimo a 29 de Junho de 2007 às 09:37
ah! ia esquecendo ainda sobra espaço para a série "Two and Half man": Dilma, Zé Dirceu e o pequeno Lula....

Bjs

Marcos Santos


De Serjão a 29 de Junho de 2007 às 10:15
Não compara com LOST, santa.

Sou fãzão do seriado.

Abs de seu devoto


De Grupo da Quinta a 29 de Junho de 2007 às 11:10
Genial!


De Sílvio - Minicontos a 29 de Junho de 2007 às 11:16
Os escândalos na política brasileira parece muito com os roteiros dessa série. De repente um fato novo é inserido na história e tudo é reescrito. Faz-se uma nota fiscal de venda de R$ 400.000,00 para o açougue da esquina que vende R$ 20.000,00 por mês e somem-se as vacas da mega-hiper-ultra câmara de refrigeração, que deve estar oculta em alguma fazenda do semi-árido. Outro vende uma fazenda, empresta o dinheiro sem papel algum e ainda manda o amigo office-boy político sacar R$ 2.200.000,00 e trazer o "troquinho" de R$ 1.900.000,00.
Mistérios de fazer inveja aos melhores roteiristas americanos!


De Exclusivo a 29 de Junho de 2007 às 11:19
PM procura por três mísseis terra-ar que narco-terroristas do Alemão usariam para atingir helicópteros ou aviões


A Polícia Militar do Rio de Janeiro procura por um armamento de alta periculosidade em poder de bandidos do Complexo de favelas do Alemão, na Zona Norte. Os narco-terroristas têm três mísseis terra-ar (mesmo usado na guerra do Iraque).Cada armamento, que custa uma média de US$ 30 mil dólares, atinge um alvo a 100 quilômetros de distância. O Alemão tem alcance visual para o Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, que precisou ser fechado, na segunda-feira passada, por causa da ameaça dos terroristas. O míssil que mede menos de um metro, persegue ondas de calor.


De Exclusivo a 29 de Junho de 2007 às 11:19
PM procura por três mísseis terra-ar que narco-terroristas do Alemão usariam para atingir helicópteros ou aviões


A Polícia Militar do Rio de Janeiro procura por um armamento de alta periculosidade em poder de bandidos do Complexo de favelas do Alemão, na Zona Norte. Os narco-terroristas têm três mísseis terra-ar (mesmo usado na guerra do Iraque).Cada armamento, que custa uma média de US$ 30 mil dólares, atinge um alvo a 100 quilômetros de distância. O Alemão tem alcance visual para o Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, que precisou ser fechado, na segunda-feira passada, por causa da ameaça dos terroristas. O míssil que mede menos de um metro, persegue ondas de calor.


Comentar post