De lucordeiro a 23 de Novembro de 2006 às 02:40
Eh, Santa... as "heroínas" se mantém às custas da heroína: perversa sociedade que estimula o absurdo. E as maiores vítimas são os muito jovens. Anorexia, droga pesada, morte: a quem interessa? Àqueles que só visam o lucro. O capitalismo não tem limites. Terrível.
Beijos, "Dalila"
Em tempo: deixo meu novo endereço.E sem pseudônimo. Se der apareça pra conferir. Já te linkei lá. Vc e Sílvio.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres