35 comentários:
De Duda a 26 de Julho de 2006 às 11:08
E pelo visto faz questão de mostrar na imprensa.


De Flor de Lis Branca a 26 de Julho de 2006 às 11:10
Será que reuniões do MLST acontecem aí:)))


De O Alerta a 26 de Julho de 2006 às 11:16
Capitão do Exército, denunciado na Carta Capital por negociar devolução de fuzis com traficantes, foi candidato a deputado pelo PT

Por Jorge Serrão - Exclusivo - Uma informação eleitoral vai alimentar a polêmica gerada pela revista Carta Capital sobre a suposta negociação entre militares do Exército e traficantes para o teatrinho que foi a devolução, na favela da Rocinha, de dez fuzis e uma pistola – roubados de um quartel, em março deste ano. Um dos oficiais citados no (negado) acordo com os bandidos para pôr fim a intervenção militar contra o tráfico no Rio de Janeiro é o capitão Aílton Gonçalves Moraes Barros. Apenas por mera coincidência, o capitão foi candidato a deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores (número 13.599), na eleição passada, segundo a ONG Transparência Brasil.

http://alertatotal.blogspot.com/


De zélia bass a 26 de Julho de 2006 às 11:17
Ora, filha, quê que tem? O homem tem pai e mãe podres de ricos. Daí que usufruiu do dinheiro da familia para compor este espanto decorativo onde o que mais impressiona é o mau gosto. O resto não tem importância.


De Karla a 26 de Julho de 2006 às 11:28
Pois é, imagina!
kkkkkkkkkk


De Lu a 26 de Julho de 2006 às 11:28
Santa!!!

Os tons vermelhos são denunciadores... Além do mau gosto e do exibicionismo ao deixar-se fotografar.


De Nido a 26 de Julho de 2006 às 11:50
A "Zelite" mora bem.


De ex-petista a 26 de Julho de 2006 às 11:59
Santinha

Quem assinou a decoração "roubou" o dinheiro do cliente:)))


De ex-petista a 26 de Julho de 2006 às 12:19
Santinha, acerca da pesquisa:

O presidente Lula diz que a oposição “vai ter que roer o osso”. Só falta anunciar sua nova filosofia de botequim: “Não falo, não vejo e não osso”. Cláudio Humberto

ah,ah,ah!!


De Iran a 26 de Julho de 2006 às 12:30
Pode tudo. Só não pode subir no palanque do Presidente.


Comentar post