28 comentários:
De P/E-mail a 7 de Março de 2007 às 09:34
Portinari e menino João Hélio juntos contra a violência

A família do pintor Cândido Portinari abriu mão dos direitos autorais sobre cinco mil obras do artista desde que elas sejam utilizadas em mensagens contra a violência. A idéia é lembrar a morte do menino João Hélio Fernandes, de 6 anos, que foi arrastado por quatro bairros do Rio por um carro que assaltantes roubaram da mãe dele, Rosa Fernandes Vieites. O garoto ficou preso ao cinto de segurança.

"As imagens que meu pai fez sobre a guerra são de um impacto tão dramático que acho que dizem mais que palavras. E as pietás, as mães com os filhos no colo, são mães universais. Poderia ser qualquer mãe", disse João Cândido.

"Pensei que o que está ao meu alcance é ceder os direitos autorais dessas cinco mil imagens do nosso site

http://www.portinari.org.br/

contanto que sejam usadas nesse protesto", disse. "Era minha obrigação. É pouquíssimo. Mas se cada um fizer sua parte, quem sabe a gente consegue mudar isso", disse.

Enviado p/ José Carlos C. Manzano


De Flor de Lis Branca a 7 de Março de 2007 às 09:42
Santa,

Incrível o vídeo. Já vi que a utilização de crianças na má publicidade é universal.


De Catacontos a 7 de Março de 2007 às 11:02
Nosso trabalho com crianças é exatamente o oposto disso. Histórias, as Lendas, Contos, o lúdico...


De Silvio Vasconcellos a 7 de Março de 2007 às 13:37
Impressionante que o´que é inusitado na internet é cotidiano em qualquer esquina das grandes metrópoles brasileiras. Crianças fumando, trabalhando, traficando, morrendo vítimas de exploração e violência urbana.


De Conceição Bernardino a 7 de Março de 2007 às 13:37
Olá,

Povo

Ò povo que trais sem saber
O corpo que cansada da luta não
Pode ver

Ò néscio que não tiveste
Quem a ti te ensinasse
A andar.

Ò triste que caminhas com os
Pés dos outros,
Sem saber no que estás a pisar!

Poema da autoria de LILIANA BARRETO do LIVRO POISEIS II

Desejo-te uma bela semana, na companhia deste belo poema que encantou os sentidos.

Beijinhos ConceiçãoB
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com


De Conceição Bernardino a 7 de Março de 2007 às 13:37
Olá,

Povo

Ò povo que trais sem saber
O corpo que cansada da luta não
Pode ver

Ò néscio que não tiveste
Quem a ti te ensinasse
A andar.

Ò triste que caminhas com os
Pés dos outros,
Sem saber no que estás a pisar!

Poema da autoria de LILIANA BARRETO do LIVRO POISEIS II

Desejo-te uma bela semana, na companhia deste belo poema que encantou os sentidos.

Beijinhos ConceiçãoB
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com


De Lata Mágica a 7 de Março de 2007 às 15:18
Uma realidade que no Brasileira é constante, principalmente em épocas festivas onde a sociedade pode enchegar o quanto que essas crianças estão a margem de tudo, inclusive da infância.

Willam & Odilene


De Anónimo a 7 de Março de 2007 às 15:42
AH, ESSES COMUNAS DA UNIÃO SOVIÉTICA DÃO CIGARROS PARA AS CRIANCINHAS ANTES DE COMÊ-LAS NO JANTAR. O GRANDE PAI STALIN, QUE É O PRESIDENTE LÁ HOJE, É QUEM FORNECE OS CIGARROS!!! TEMOS QUE ACABAR COM ESSA GENTE, ARGGGH.


De Daniel J. Butzke a 7 de Março de 2007 às 17:58
Santa,

O vídeo é chocante. Caseiro, provavelmente feito pelos próprios pais.


De Marquinho a 7 de Março de 2007 às 18:06
Liberdade de expressão perseguem. E a exposição de uma criança de 5 anos pode.


Comentar post