19 comentários:
De Eduardo a 29 de Maio de 2008 às 09:01
Pelo menos alguma coisa sobre gastos de Lula e familiares com cartão corporativo da Presidência sai desta Comissão. O que eu duvido é que o PT em maioria na Comissão permita que dados como esse conste no relatório.


De ZEPOVO a 29 de Maio de 2008 às 09:40
Isto não é nada. É o que chamo de corrupção de varejo, divulgada para alimentar a mídia e nós mesmos. Depois ficamos sabendo que não foi bem assim...ou que FHC fez a mesma coisa, também o Aécio e o Serra!
Os desvios milionários, de quantias que assustam até gente muito rica, não aparecem nunca, porque ninguém do poder ou perto do poder de QUALQUER PARTIDO tem o mínimo interesse que a plebe saiba...
Pessoal, cartão corporativo é assunto morto porque é pecado generalizado nos governos anteriores e no governo atual do Serra. Fim.


De Flor de Lis a 29 de Maio de 2008 às 09:41
Santa,

Mais uma denúncia que infelizmente não dará em nada...Lula viajará para o exterior e o Planalto dará uma versão qualquer.


De ex-petista a 29 de Maio de 2008 às 09:50
NÃO EXISTE CARTÃO CORPORATIVA DE ESQUERDA OU DE DIREITA. O QUE EXISTE É UM INSTRUMENTO UTILIZADO PELOS GOVERNOS PARA DESPESAS IMEDIATAS, COM RECURSOS PÚBLICOS.

SE EU PAGAR UMA CONTA COM O CARTÃO DE CRÉDITO DE OUTRA PESSOA ESTAREI NO MÍNIMO COMETENDO UM CRIME.

SERVIDORES COMUNS RESPONDEM CRIMINALMENTE POR FORÇA DA LEI...MAS, AUTORIDADES DO PODER NÃO.

PENSO QUE O COMBATE PARA IMPUNIDADE NO BRASIL É UMA LEI QUE ACABE O PRIVILÉGIO E TODOS RESPONDERÃO EM IGUAIS CONDIÇÕES PERANTE A LEI.

NESSE CASO LULA OU QUALQUER OUTRO PRESIDENTE, OU OCUPANTE DE QUALQUER CARGO NOS 3 PODERES, RESPONDERIAM CRIMINALMENTE PELO USO INDEVIDO DO DINHEIRO PÚBLICO POR ELE OU POR SEUS FAMILIARES, ETC.

ENQUANTO ISSO NÃO ACONTECE O POVO CONTINUARÁ PAGANDO A CONTA SOB O MANTO DO CINISMO.


De Dayse a 29 de Maio de 2008 às 09:53
Faltou combinar com o PT.

Imagine se não existisse o cartão eletrônico! O papel aceita tudo até rasuras. Nenhum desmando seria do conhecimento da população.


De Clê a 29 de Maio de 2008 às 10:07
Além de tapioca, massagens, bares, restaurantes e cartões oficiais até em casas de tolerância? E a tolerância chic que é o povo pagar contas prosaicas do milionário-fenômeno. E a sociedade perplexa, mas acomodada, assiste.


De Daniel J. Butzke a 29 de Maio de 2008 às 10:13
Tudo o que o governo quer é desenvolver a tese que: "cartão corporativo é assunto morto".

Que fique bem claro:

Para quem tem espírito público cartão corporativo NÃO é assunto morto.


De DO a 29 de Maio de 2008 às 10:38
Acho engraçado o ZÉ POVO não querer esticar o assunto pq o roto falou do rasgado.
NÃO TENHO COMPROMISSO COM CORJA POLÍTICA ALGUMA !!

Quem fez mau uso dos cartões que pague pelo que gastou. NO MÍNIMO!!

Sejam Lula,FHC,Aécio,Serra,...e sabe-se lá quem mais.

Beijos,SANTA!!


De Anónimo a 29 de Maio de 2008 às 14:09
Isso se chama peculato, mas para quem apoia as FARC e suas ações terroristas, isso de fato não é nada.


De Anónimo a 29 de Maio de 2008 às 14:10
Isso se chama peculato, mas para quem apoia as FARC e suas ações terroristas, isso de fato não é nada.


Comentar post