Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

 

1. Vaia monumental

 

O colunista Ancelmo Goes informa que, no Sábado, na sessão de 18h40m do Cine Leblon 1, no Rio, que exibia o novo filme do espanhol Pedro Almodovar, “Abraços partidos”, quando apareceu na tela o trailer de “Lula, filho do Brasil”, de Fábio Barreto, houve uma vaia monumental.

 

2. É mais feio que chutar a santa ...

 

Em novembro, noticiei aqui: ao aparecer na tela de cinema um trailer da baboso-lacrimimejante “Lula, o Filho do Brasil”, que inaugura no país a estética que classifiquei de “Idealismo capitalista estato-lacrimejante”, constatei uma vaia generalizada no cinema, mas ainda um tanto surda. Percorreu a sala como uma onda: “uuuuuuuuuuu”. Ontem, publiquei uma notinha com uma informação de Ancelmo Gois: no cinema Leblon 1, no Rio, foi vaia pra valer, como aquela que Lula levou, certa feita, no Maracanâ. A ideia dos mitifiadores, mistificadores e mitômagos é que não se possa comer uma pipoca, em 2010, sem estar olhando para a cara de Lula. Haver quem vaie o seu filme é considerado uma verdadeira afronta, uma espécie de iconoclastia. É mais feio que chutar a santa. É assim? Então viva a vaia!

 

3. A melhor crítica ao filme é a do cara. Coisa de especialista!

 

Veio de Portugal, jardim a beira-mar plantado, a análise mais sucinta, clara, precisa, enfim definitiva, do filme O Filho do Brasil. Não podia ser diferente. Foi palavra de especialista, de quem conhece, sabe das coisas. Luis Inácio Lula da Silva: “A imagem não fala por si.”  Ouso afirmar: vai virar expressão popular sempre que situação análoga projetar-se no cotidiano nacional. Mesmo que alguém diga “estamos convencidos que”, ainda que ” o fato concreto” se  materialize diante dos olhos, haverá sempre “a imagem não fala por si.” ... É o cara.

 

4. Os aplausos finais nunca configuram uma ovação ...

 

Agora, sim, é o xis da questão. Assisti duas vezes a ‘Lula, o Filho do Brasil’. Em Brasília e ontem. Duas sessões para plateias especiais e, em nenhuma delas, o filme produziu arrebatamento. Os aplausos finais nunca configuram uma ovação. Nem ontem, em presença do próprio Lula. Estava longe e não pude ver se o presidente chorou, como foi sua reação. Por essas regras de protocolo, a segurança isolou a área em que estava, até que ele saísse da sala. A expectativa do produtor Luiz Carlos Barreto é de um megassucesso, mas para que isso ocorra ele terá de motivar muito mais o público. E se o filme fracassar? Existe essa possibilidade, não? Ninguém trabalha com ela, mas, cala-te boca. eu não surpreenderia, se isso acontecesse.

 

4. Nem o clube de puxa-saco se animou

 

Filme de Lula é "plantado" no Festival de Cinema de Brasília numa espécie de pré-estréia restrita,  com direito a evento eleitoreiro  e de gala. Estiveram presentes 1300 convidados; políticos, ministros e a primeira dama Marisa Letícia, entre outros. O devaneio lulesco um custo de produção de 16 milhões (nunca antes no cinema nacional). Mesmo para uma platéia montada (convidados óbvios de ministérios, estatais, além de empresas patrocinadoras ligadas a contratos com o governo federal,) e com todo empenho do gabinete presidencial  a "Fabrica do Mito" mereceu reles aplausos tímidos ...O filme está programado para estrear em circuito comercial em janeiro de 2010.

 

5. O Filme é uma narrativa avessa ao programa do PT


Tirando a espuma, o filme Lula, o Filho do Brasil não passa de mais uma versão da fábula do indivíduo virtuoso que, arrostando a adversidade extrema, luta, persevera e triunfa montado apenas nos seus próprios esforços. Como cada um encontra aquilo que procura, o fiel extrai dessa fábula uma lição singela sobre a intervenção misteriosa da providência, enquanto o doutrinário liberal nela encontra o argumento clássico em defesa do princípio do mérito individual. Nenhuma das interpretações se amolda ao pensamento de esquerda, que se articula ao redor das noções de circunstância histórica e sujeito social. Lula, o Filho do Brasil é uma narrativa avessa ao programa do PT.

 

6. Cinema chapa-branca

 

Os bastidores do projeto revelam que as opções não foram meramente artísticas. Houve estreita colaboração entre os produtores do filme e a equipe de Lula. (…) Políticos próximos a Lula afirmam, teve influência decisiva na definição do esquema de captação de recursos. Antes da edição final, Barreto viajou para Brasília pelo menos duas vezes para exibir o filme a políticos próximos ao Planalto. A primeira sessão aconteceu há três meses. Participaram ministros, como Paulo Bernardo, do Planejamento, e Alexandre Padilha, das Relações Institucionais, e deputados, como João Paulo Cunha e Ricardo Berzoini, da cúpula do PT. Os petistas, depois da exibição, acharam as músicas incidentais muito pouco dramáticas e sugeriram acrescentar músicas populares, que seriam mais facilmente assimiláveis - no que foram prontamente atendidos.

 



Publicado por Blog da Santa às 09:38 | | Comentar | ver comentários (9)

por Gustavo Chacra

 
E o Brasil permanecerá com Zelaya dentro de sua Embaixada em Tegucigalpa. Difícil imaginar um perdedor maior em toda esta crise.

 

O Congresso de Honduras, eleito democraticamente, determinou que o presidente deposto, Manuel Zelaya, não retorne ao cargo. A Suprema Corte, que representa o poder judiciário, sempre se manifestou contra. As Forças Armadas, ao longo de cinco meses de crise, não apresentou um racha. Nem mesmo quando Zelaya retornou a Honduras. Nenhum sargento, nenhum major, nenhum coronel, nenhum general se levantou para lutar contra o governo de facto.

 

As eleições presidenciais foram livres e ocorreram sem problemas. O presidente eleito, Pepe Lobo, integra um partido opositor ao de Roberto Micheletti. Aliás, Micheletti é do mesmo Partido Liberal de Zelaya. O presidente foi deposto depois de tentar levar adiante uma reforma constitucional, indo contra o artigo 239 da Constituição hondurenha. Foi removido do cargo. Micheletti, presidente do Congresso, assumiu o poder, conforme prevê a lei.

 

Verdade, não existe nada dizendo que Zelaya deveria ser removido no meio da madrugada e expulso de Honduras. Os responsáveis por esta ação precisam ser punidos. Porém o presidente deposto desrespeitou a Constituição e perdeu os poderes conforme está previsto no artigo que citei acima - não existe impeachment em Honduras e a remoção é automática.

 

Eu estive em Honduras por duas ou três semanas ao desembarcar um dia depois da deposição. Na época, a minha percepção era de que os hondurenhos, na sua maioria, apoiavam a remoção de Zelaya. Nas manifestações a favor do governo de facto, vi pessoas de todoas as classes, idades e profissões. Ja nas de Zelaya, eram membros de sindicatos, professores e alguns universitários, além de nicaraguenses enviados por Ortega e Chávez.

 

Agora, Honduras terá um novo presidente. Países como os Estados Unidos já reconheceram. E o Brasil permanecerá com Zelaya dentro de sua Embaixada em Tegucigalpa. Difícil imaginar um perdedor maior em toda esta crise.

 

Gustavo Chacra, 33, mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia, é correspondente de "O Estado de S. Paulo" em Nova York. Já fez reportagens de Beirute, Damasco, Tel Aviv, Jerusalém, Gaza, Nablus, Ramallah, Cairo e Amã quando era correspondente do jornal no Oriente Médio.

Foto por Orlando Sierra/AFP



Publicado por Blog da Santa às 09:13 | | Comentar | ver comentários (1)

Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

 

“A imagem não fala por si.” (Luis Inácio Lula da Silva)

 

Comentário: "Li hoje entrevista da atriz Gloria Pires, exemplo da minha geração e que interpreta a mãe do Lula no filme... Fiquei decepcionada com seu depoimento à revista “QUEM” aonde ela diz que se mudou para Paris porque nosso país foi “engolfado pela violência” e ela quer dar aos filhos menores, a chance de ter uma vida normal. Eles tem que aprender a andar de metrô, de onibus e a frequentar parques. Então quer dizer que ela participa de um filme que ajuda a fazer a propaganda de um presidente e foge do país cujo presidente ela ajuda a enaltecer com sua bela atuação? Isto sim é surreal!" (Joana Menezes) Fonte



Publicado por Blog da Santa às 22:54 | | Comentar | ver comentários (2)

 

Mais de 1,5 milhão de alunos faltaram ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Isso representa um índice nacional de 37,7% de abstenção - 4,1 milhões estavam inscritos. Este foi o maior índice de faltas em uma prova do Enem e também o primeiro ano em que ele passou a ser usado como vestibular em universidades federais.

Aqui



Publicado por Blog da Santa às 22:40 | | Comentar | ver comentários (1)

.

Desde os tempos em que se amarrava cachorro com lingüiça, adoramos presenciar aqueles momentos em que gente pretensamente excluída do show business seja lá pelo motivo que for - por algum problema de ordem física, por dificuldades financeiras ou pela feiúra, só para cita exemplos que você vai entender daqui a pouco - dá volta por cima e, contra todas as "adversidades", consegue fazer um sucesso que a maioria da manada bovina conhecida como "público" aplaude de pé e com lágrimas de esguicho (obrigado, Nelson Rodrigues!).

 

Eu poderia citar inúmeros exemplos disso. Stevie Wonder e Ray Charles ficaram cegos precocemente e se tornaram lendas. Também, não é para menos, já que ambos eram gênios e o público não teve outra opção a não ser se render aos talentos dos dois - de minha parte, não dou nem "bom dia" para quem diz não gostar de Wonder e Charles. Muitos astros da atualidade não tinham grana nem para comprar um sanduíche no início de suas carreiras - de Bruce Springsteen aos Ramones - e outros tiveram que ralar muito para vencer o preconceito contra a falta de beleza - de Geddy Lee a Elvis Costello e o pessoal do The Pogues.

Pois é justamente aí que entra o mais recente fenômeno mundial da internet. Nesta altura do campeonato, só não conhece Susan Boyle quem andou morando em Urano nos últimos três anos. Pois bem, ela acabou de lançar seu primeiro disco, I Dreamed a Dream, e segundo consta, ela vendeu três milhões de cópias em apenas três semanas. Sim, é isso mesmo: em plena crise fonográfica que está levando todas as gravadoras "majors" para o túmulo, ela consegui algo que parecia impossível.

É óbvio que todas essas pessoas que compraram o disco de Boyle o fizeram porque ficaram emocionadas com a "história do patinho feio que virou cisne", aquele blá blá blá todo... E também porque as pessoas querem mostrar umas às outras que estão "antenadas com o que anda acontecendo no meio musical" ao adquirir o disco de uma dona de casa sem qualquer experiência musical que se transformou em uma grande estrela. Só tem um problema nisso tudo: a história de Susan Boyle é uma FARSA! Sim, é exatamente isso o que você acabou de ler...

Explico: a cantora surgiu no programa Britain's Got Talent deste ano e, ao entrar ao palco, certamente foi alvo de piadas entre o público, mas entre os jurados e a produção do programa, como a mídia apregoou na época. Por quê? Porque tantos os jurados como a produção sabiam que Boyle já era uma cantora semiprofissional!

E outra: ela foi apresentada como uma simples dona de casa com um visual desleixado. Não só Boyle já tinha experiência suficiente para se apresentar em pubs no vilarejo onde ela morava - em Blackburn, West Lothian, onde era conhecida por suas apresentações bem comentadas na região -, como ela foi "enfeiada" de propósito, justamente para causar nas pessoas da plateia e nos telespectadores o espanto e a emoção que se viu posteriormente. Como jogada de marketing, foi genial. Como "fenômeno de espontaneidade", uma farsa como há muito não se via.

Não acredita? Então veja aqui e ouça algumas das gravações que Boyle fez antes de aparecer no programa, cantando "Killing me Softly" (de Roberta Flack) e o standard "Cry Me a River", etrenizado pela maravilhosa Julie London, gravaçôes estas que foram enviadas a inúmeras gravadoras inglesas e até mesmo a programas de TV e rádio - ela chegou até mesmo a fazer uma audição para um programa de caça-talentos, "My Kind of People", conduzido por Michael Barrymore, tendo sido então rejeitada.

E tem mais: desde que surgiu no programa, ela tem arrancado elogios de Simon Cowell, o exigente jurado dos programas American Idol e do próprio Britain's Got Talent, que sempre parabeniza Boyle por cada um dos seus feitos, seja por cantar para a Rainha da Inglaterra ou pela incrível vendagem de discos, dizendo que se sente orgulhoso por ela e tudo o mais. O que pouca gente sabe é o nome do empresário de Boyle. Adivinhou? Não? Pois eu lhe digo: ele se chama... Simon Cowell! Muito "espontâneo", não?

Quanto ao disco I Dreamed a Dream, ele foi feito para agradar a quem adora cantoras do tipo Sarah Brightman e Enya. O tratamento burocrático dado a "Wild Horses", dos Rolling Stones (ouça aqui) já dá a pista do que vamos ouvir a seguir: uma sucessão de "temas bonitos", que nos "levam a sonhar com um mundo melhor" e baboseiras do tipo. E tome altas doses de sacarose em breguices como "How Great Thou Art" (ouça aqui), "Amazing Grace" (ouça aqui) e a inacreditável "Silent Night" (conhecida aqui no Brasil como a natalina "Noite Feliz").

Volto a repetir: a história de Susan Boyle é uma grande farsa e seus discos posteriores (se é que outros serão lançados) estão condenados às prateleiras dos saldões e liquidações de supermercados. Podem cobrar de mim tais palavras em um futuro não muito distante...

 

Regis Tadeu é editor das revistas Cover Guitarra, Cover Baixo, Batera, Teclado & Piano e Studio. Diretor de redação da Editora HMP, crítico musical do Programa Raul Gil e apresenta/produz na Rádio USP (93,7) o programa Rock Brazuca.



Publicado por Blog da Santa às 17:03 | | Comentar

Domingo, 6 de Dezembro de 2009

Um bom dia a todos os leitores do blog da Santa!!!

 



Publicado por Blog da Santa às 15:03 | | Comentar | ver comentários (8)

.
Os mensalões são a face crua de um sistema político em que a democracia solapa a República... Impunidade. Eis a principal razão da praga da corrupção que assola o país. Ela só deixará de nos assombrar a cada novo vídeo quando definirmos que tipo de nação queremos construir.

 

Uma Nova e Velha história

 

FLAGRANTES DO MENSALÃO PETISTA - Em 2005, Maurício Marinho, do mensalão petista (à esq.), o deputado  petista dos dólares na cueca e o dinheiro misterioso dos petistas aloprados: crimes comprovados, mas sem punição. Fotos J.F.Diorio/AE

 

FLAGRANTES DO MENSALÃO ARRUDA  - Em 2006, o deputado José Roberto Arruda, então candidato ao governo de Brasília, aparece no vídeo refestelado no sofá do gabinete de Durval Barbosa, um de seus caixas de campanha, recebendo dinheiro vivo. Apanha os maços sem nenhum constrangimento. Mostra alguma preocupação apenas em sair com as notas.Imagem vídeo.

 

E... Como funciona a Delação Premiada

 

SEM SAÍDA Denzel Washington viveu o traficante Frank Lucas no cinema: delação. Foto Everett Collection/Grupo Keystone
 
A humanidade, como regra, abomina os traidores. No mundo do crime, em que vigoram normas e convenções bem peculiares, a delação quase sempre é sinônimo de pena capital para o envolvido. No mundo civilizado, a delação premiada - instituto jurídico que concede extinção ou diminuição de pena em troca da colaboração com a Justiça - tem sido uma das principais ferramentas para combater o crime organizado.

 

Apesar de prevista na lei brasileira há vinte anos, a delação ainda é pouco aplicada no Brasil. O caso atual, com Durval Barbosa delatando os outros membros de sua quadrilha, pode abrir caminho para o uso mais intensivo desse mecanismo.

 

Nos Estados Unidos, esse tipo de negociação entre criminoso e Justiça, a plea bargain, foi decisivo para dinamitar as ramificações do narcotráfico na polícia de Nova York, no início da década de 70. A faxina foi possível graças a um acordo de colaboração com o narcotraficante Frank Lucas, um negro de origem pobre que fez fortuna vendendo heroína. A droga chegava à América dentro dos caixões que transportavam os corpos dos soldados mortos na Guerra do Vietnã. Tudo com a cumplicidade de militares americanos. Condenado a setenta anos de prisão, Lucas passou apenas seis anos encarcerado como prêmio por sua ajuda à Justiça. Sua história chegou ao cinema com O Gângster, filme que tem Denzel Washington no papel principal.

 

A delação premiada também foi decisiva, na década de 80, quando as autoridades italianas travavam um intenso combate contra a máfia. A oferta de perdão ou benefícios a delatores permitiu o desmonte de uma gigantesca estrutura criminosa entranhada no aparelho estatal. Um dos delatores mais conhecidos desse período foi Tommaso Buscetta, o principal colaborador da Operação Mãos Limpas. Além do perdão para seus crimes, Buscetta conseguiu garantia de vida para ele e a família. Suas confissões levaram à prisão perpétua de dezenove mafiosos. Depois disso, Buscetta se escondeu nos Estados Unidos. Ele não foi o único delator que ficou famoso no caso. Em retaliação às investigações, o juiz que comandou o processo, Giovanni Falcone, foi assassinado num atentado a bomba. O mafioso que detonou a dinamite usada para executá-lo também se tornou colaborador da Justiça. Só que ele tentou usar a delação para se vingar de inimigos - e acabou desmascarado.

 

É uma lição que não pode ser esquecida. Se bem usada, a delação é capaz de implodir máfias e punir culpados. Do contrário, pode servir para destruir reputações e perpetuar a injustiça.

 

Reportagem completa AQUI

 



Publicado por Blog da Santa às 15:00 |

Sábado, 5 de Dezembro de 2009


Publicado por Blog da Santa às 19:41 | | Comentar | ver comentários (2)

 

De dia, petista pede impeachment do mesansaleiro Arruda; de noite, aplaude os mensaleiros Dirceu e Genoino

 

Observo de novo:

Enquanto petistas moralistas, preocupadíssimos com a ética na política, tentam depor José Roberto Arruda no braço — afinal, ele é um mensaleiro!!! —, outros petistas darão, na terça-feira, uma festa para José Dirceu e José Genoino, as principais personagens do mensalão petista.

Entenderam?

Aqui



Publicado por Blog da Santa às 19:08 | | Comentar | ver comentários (2)

BEM VINDOS!
ORKUT

Página da Santa

Comunidade da Santa
 

POSTS RECENTES

Novo endereço

Até breve!!

QUANTO VALE UM POBRE?

Narcoterroristas da Colôm...

Popular até para os morto...

Atenção! O trem-bala já n...

OS 85 TRIBUTOS COBRADOS N...

Dilma. A mulher "pode" !

Brasil: pós palanque e br...

Lula ressuscita a CPMF pa...

"O pior não é morrer de fome num deserto: é não ter o que comer na Terra Prometida" (José Lins do Rego)
ARQUIVO

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

MAPA ELEIÇÕES ESTADUAIS
Oposição é campeã na disputa pelos Estados (10 vitórias) contra 4 do partido governista.
BLOGS ESTRANGEIROS
  • A Natureza do Mal (Portugal)
  • Abulafia (México)
  • Abrupto (Portugal)
  • AEA(Portugal)
  • Astrolabio(Chile)
  • Bellxone(França)
  • Blog-sem-filtros(Portugal)
  • Betty Branco(Portugal)
  • COGIR (Portugal)
  • Das Pipi Pausa (Chile)
  • Dispersamente(Portugal)
  • Dra.Daniela Mann(Portugal)
  • El Escarabajo gris
  • Estados Gerais (Portugal)
  • Fado Falado (Portugal)
  • Fases da Lua Cheia (Portugal)
  • Foto Escrita (Portugal)
  • Impressões(Inglaterra)
  • In Mente (Portugal)
  • Kurika (Portugal)
  • Martha Clmares(Venezuela)
  • Menina Marota(Portugal)
  • Mixtu (Espanha)
  • Inquetudes(Espanha)
  • Novo Mundo(Portugal)
  • Nuvolaglia (Peru)
  • O Insurgente(Portugal)
  • Olhos de Órus(Portugal)
  • Os Intensos (USA)
  • Pisconight (Portugal)
  • Sabedoria(Portugal)
  • Ser Rizomático (Espanha)
  • Só Verdades(Portugal)
  • V-P(nieto) (Portugal)
  • Xnem(Barcelona)
  • BLOGS BRASILEIROS
  • A Marvada Pinga
  • A Moita do Moita
  • A Nova Corja
  • A Casa do Zé Carlos
  • As Culturas Reagem
  • Alquimistas do Brasil
  • Abuláfia
  • Arte Incomum
  • Arte de Fazer
  • Arte Popular
  • Apoio Fraterno
  • Abrindo Janelas
  • Alerta Brasil
  • Angelo da Cia
  • Amor Natural
  • Aqui não, Genésio
  • Aparte
  • ArtMonta
  • Arte Pública Blog
  • Bento vai pradentro
  • Boa Temática
  • Blog do Arlan
  • Blog do Carlos Caldas
  • Blog do Clausewitz
  • Blog de Daniel Butzke
  • Blog do Fábio Mayer
  • Blog do Ferra Mula
  • Blog do Hynkel
  • Blog do Joca
  • Blog do Maninho
  • Blog do Tunico
  • Blog do Tunico 2
  • Blog da Juju
  • Blog da Loba
  • Blog da Magui
  • Blog do Patrick
  • Blog da Nariz Gelado
  • Blog do Tambosi
  • Blog do Sombr4
  • Blog do Ozéas
  • Blogs Coligados
  • Blogando Francamente
  • Brazil Liberdade e Democracia
  • Brazil Business
  • Business Opportunites
  • Cadinho Roco
  • Camarada Arcanjo
  • Caótica
  • Cláudia Perrotti
  • Clenira Melo
  • Chega Mais
  • Circo Sem Futuro
  • Contos e Encontros
  • Contos que conto
  • Connaction
  • Coisas Caseiras
  • Contra o Vento
  • Cosmologia: ciência e arte
  • Culturas Híbridas
  • Da indignação à Ação
  • Desabafos do Amor
  • Deu no Jornal
  • Devaneios de Lilith
  • Diplomatizzando
  • Doutro Lado do Mar
  • Eduardo Souza
  • Educa Fórum
  • Equilíbrio
  • Em Outras Palavras
  • Escrevinhações
  • Estórias Essenciais
  • Ex-petista
  • Expectativas Racionais
  • Fabiana Melo
  • Fábio Mayer
  • Falares
  • Fermento Cínico
  • Flor de Lis Branca
  • Giocomo
  • Frodo Balseiro
  • Gazeta Cultural
  • Grupo da Quinta
  • Idéias e Histórias
  • Ilustrada PPG
  • Indecência Verde Amarela
  • Jus Indignatus
  • Kafe Roceiro
  • Lata Mágica
  • Leão Nazareno
  • Leite, Luz e Linha
  • Lesados em Geral
  • Lena Casas Novas
  • Limpa Brasil
  • Lucasivuca
  • MaGenCo
  • Maria B
  • Maria Oliveira
  • Meu Primeiro Bebê
  • Memorial IAC
  • Meus Ditos
  • Mini contos cotidianos
  • Minimínimos
  • Minuto Político
  • Netuno
  • Miolo de Pote
  • Nacionalista
  • Novas - Vera
  • O Copista
  • O País da Piada Pronta
  • O que pensa Aluízio
  • O Carapuceiro
  • Olhos de Marina
  • Outras Letras
  • PT Nunca Mais
  • Palavras ao Leu
  • Pensar Político
  • Pedra Fundamental
  • Pérolas aos Porcos
  • Plenos Pecados
  • Poemas e Amores
  • Porto das Crônicas
  • Por Cuba Livre
  • Por Outro Lado
  • Por um Novo Brasil
  • Pinkart
  • Pobre Pampa
  • Postura Ativa
  • Quintal do Leão
  • Ramses Séc XXI
  • Resistência
  • Rodrigo Constantino
  • Rótulo
  • Serjão comenta do céu
  • Sei.Não.Maga
  • Simpatia e Esculacho
  • Sobesta Blog
  • Soube?
  • Som Barato
  • Star Sasa
  • Toque das Ruas
  • Toca do Calango
  • Toca dos Seis
  • Tubarão
  • Santa do Blog
  • Uni-verso In-verso
  • Vaca Atolada
  • Varal de Idéias
  • Verbi Gratia
  • Vida Nova
  • Vôo Subterrâneo
  • Vox Libre por Antonio Rayol
  • Walter Carrilho
  • Zigue-zagueando
  • Contraditório
  • Jean Scharlau
  • Zé Povo
  • Novembro 2010
    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab

    1
    2
    3
    4
    5
    6

    7
    8
    9
    13

    16
    17
    18
    20

    21
    22
    23
    24
    26
    27

    28
    29
    30


    Brasileira em Lisboa, Portugal
    blogs SAPO
    tags

    “força aérea

    300

    80 anos de bento xvi

    aeronáutica

    affonso romano

    agência nacional de aviação civil

    água

    alimentação medieval

    alinhamento ideológico

    amarildo

    ancine

    andre desek

    anibal phillot

    animação

    ariano suassuna

    arquitetura

    arsenal

    arte

    arte brasileira contemporânea

    arte contemporânea

    arte pop

    arte pública

    artes visuais

    assalto

    assédio

    assembléia legislativa de perrnambuco

    atendimento aos municípios

    bacanal

    banco do brasil

    bento xvi

    bienal

    bloogueiros portugueses

    bobagens

    bolívia

    boris kossoy

    boris nikoláyevich yeltsin

    brasil

    bruna putistinha

    bruna surfistinha

    caetano veloso

    caetés

    campanha na rede

    cansei

    caos aéreo

    caricatura

    carlos wilson

    cartel

    células-tronco

    cenografia

    censura no brasil

    charge

    christina fontenelle

    cidades

    cinema

    classe média

    clement greenberg

    clodovil

    co-rio

    combater ao crime

    comissão de constituição e justiça do se

    comunicação

    congressistas

    congresso nacional

    conselho nacional de cinema

    controlador de vôo

    corrupção no brasil

    cow parade

    cow parade no brasil

    cpi do apagão

    crime

    crítica de arte

    culinária temática

    curadoria

    cursos

    diogo mainardi

    escultura

    fotografia

    governo

    governo do pt

    governo lula

    humor

    impunidade

    lei rouanet

    literatura

    lula

    mec

    minc

    patrocínio cultural

    poéticas

    política

    política cultural

    política pública

    políticas públicas

    prefeitura são paulo

    pt

    segurança

    turismo

    universidade

    violência

    violência urbana

    todas as tags