Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

** Fotomontagem: a partir da série (premiada) de Alexandre Belém - invasão do MST  na fazenda de Passira, PE, com o espancamento de animais: vaca prenha esquartejada

 

"A barbárie, independentemente de onde se origine é abominável. Culpar a história pelas diferenças de nossa sociedade não justifica o vandalismo, amparado por uma legislação que dá suporte a impunidade. Utilizar-se da miséria de outros para torná-los uma boiada ideológica (sem lógica) é tão asqueroso quanto os currais eleitorais que perpetuam o poder daqueles que dominam através da miséria alheia". Sílvio vasconcelos

 

Uma "operação de retirada", comandada pelo Palácio do Planalto, desmontou a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar repasses de recursos públicos para o Movimento dos Sem-Terra (MST). A investigação foi enterrada porque faltou o apoio de três deputados. "Ficou claro na retirada de  17 assinaturas  do PMDB a mão do governo", disse o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO).

 

Por que o Governo sabotou a CPI do MST

O PT e Lula não morrem de amores pelo MST. Quando o movimento assume a sua face real, rombuda, maoísta, os petistas temem que o vandalismo arranhe a sua imagem. Mas daí a permitir uma CPI… Bem, aí já é demais. A máquina oficial foi acionada para impedir a investigação. A razão é óbvia. O repasse criminoso de verba pública, porque ilegal, ao movimento, por meio de suas entidades de fachada, não requer comprovação - já está comprovado. Não só isso: o movimento também recebe farto financiamento internacional. Todo ele passa, como deve, pelo Banco Central? Aqui

 

*fonte Imagem: Thomaz Magalhães



Publicado por Blog da Santa às 01:57 | | Comentar

Deputado federal Ivan Valente (Psol-SP) durante encontro com o presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, nesta quinta-feira (1º), na Embaixada do Brasil, em Tegucigalpa. (Foto: AFP)

 

É verdade: os golpistas já foram derrotados


A tensão nas ruas de Tegucigalpa era decorrência, obviamente, da incitação ao crime de Manuel Zelaya e das rádios que lhe eram fiéis. Uma delas era a tal Globo, cujo diretor lamentou o fato de que Hitler não tivesse concluído a sua obra: o extermínio dos judeus, que setores do zelaysmo juram estar por trás do que chamam “golpe”. É com esse tipo de gente que se está lidando por lá. Eis os heróis do nosso Megalonanico. Atenção: Zelaya e Chávez, ao contrário do que diz certa canalha no Brasil, já deram com os burros n’água. Não é de hoje que afirmo isso. Desde que o Plano Arias foi apresentando como solução internacionalmente aceita, dá-se de barato que o que aconteceu em Honduras não foi um golpe. A menos que a proposta fosse, então, colocar o bandoleiro chamado de “presidente legítimo” sob a tutela de “golpistas”. Atenção: pouco importa a forma de um eventual acordo, Zelaya estaria sob tutela até 27 de janeiro, quando assume o presidente eleito no pleito de novembro — caso este se realize mesmo. Sim, os golpistas já foram derrotados. Os verdadeiros golpistas. Aqui

 



Publicado por Blog da Santa às 01:41 | | Comentar

Do Blog de Honduras

Pusilanimidades e alucinações

 

Prova de que só pensa naquilo, Zelaya está lendo “El Candidato”, do argentino Jorge Bucay, autor de obras como “Vinte Passos para a Felicidade” e “Amar de Olhos Abertos”. “El Candidato” é seu primeiro título de ficção. A resenha descreve assim a mirabolante trama que anda embalando as noites do Comandante Vaqueiro.

 

De novo, Zelaya – o hóspede cada vez mais inconveniente – usou a embaixada brasileira para chamar “a resistência às ruas”. O presidente deposto já havia feito o mesmo no domingo – e deu no que deu. Sua exortação foi o principal argumento utilizado pelo governo Micheletti para decretar o estado de exceção em Honduras. Diante da reincidência de Zelaya, o que fez o ministro Celso “Não Há o Que Fazer” Amorim? Precisamente o que tem feito até agora, ou seja, nada.

 

Diante dos jornalistas convocados para a entrevista, Zelaya deu plena vazão aos seus delírios: voltou a falar na iminência de uma invasão militar à missão diplomática e disse que a crise hondurenha já produziu “uma centena de mortos”, embora “eles contabilizem só dez” (foram três as vítimas dos confrontos entre polícia e zelaystas).

 

Dois fatores podem estar contribuindo para as alucinações do hondurenho: o cansaço (hoje à tarde, Zelaya filho não agüentou e pediu para sair, junto com a namorada – dos membros da família, resta agora apenas Xiomara Zelaya, que faz aniversário amanhã) e a qualidade das leituras do presidente deposto.

 

Prova de que só pensa naquilo, Zelaya está lendo “El Candidato”, do argentino Jorge Bucay, autor de obras como “Vinte Passos para a Felicidade” e “Amar de Olhos Abertos”. “El Candidato” é seu primeiro título de ficção. A resenha descreve assim a mirabolante trama que anda embalando as noites do Comandante Vaqueiro:

 

Um certo coronel que, por décadas, comanda com mão-de-ferro uma obscura república resolve, de uma hora para outra, convocar eleições democráticas. A população fica radiante de felicidade, mas eis que essa alegria é interrompida por uma série de assassinatos misteriosos que um psicólogo forense, sua namorada jornalista e um cientista tentarão solucionar, correndo assim enormes riscos de vida.

 

Alucinante.



Publicado por Blog da Santa às 01:10 | | Comentar

Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009

Uma obra de arte que retrata o ditador nazista Adolf Hitler criança com o uniforme militar no colo de uma Nossa Senhora, no estilo das pinturas do artista renascentista Rafael, está gerando polêmica na cidade de Verona, no norte da Itália, onde foi exposta.

 

A pintura é do artista italiano Giuseppe Veneziano e foi apresentada em uma galeria durante o evento ArtVerona, uma feira que apresenta obras de arte modernas e contemporâneas, gerando críticas das comunidades judaica e católica, que as julga como uma provocação e dizem que é um trabalho que só merece "o desinteresse e o silêncio". Por sua parte, Giuseppe Veneziano explicou que este é um trabalho que nasce da crise religiosa que caracteriza a época atual, defendendo que "destaca o fato de que Hitler também era filho de Deus e que o monstro existe de forma potencial em todos nós". aqui

 



Publicado por Blog da Santa às 23:21 | | Comentar

Foto: Eduardo Verdugo/Associated Press

 

A Radio Globo - lá em Honduras - foi fechada pelo governo. Fazia intensa propaganda anti-semita, reproduzindo o discurso de Cuba e da Venezuela em defesa de Zé-laia. Acusando Israel de defender o governo, o editorialista da Radio Globo, David Romero disse que: Hitler tinha razão em perseguir esta raça... por que não deixamos que Hitler cumprisse sua vasta missão histórica?”. Fonte



Publicado por Blog da Santa às 23:20 | | Comentar

"Essa iniciativa é reacionária, conservadora e filosoficamente violenta"  

(José Genoino, deputado petista, uma das estrelas do mensalão, muito bem colocado no ranking dos 40, revoltado com o projeto de lei que proíbe a candidatura a cargos públicos de políticos com a ficha suja).Fonte

 

Mais de 1,3 milhão de brasileiros assinaram o projeto de iniciativa popular, entregue terça-feira ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, que torna inelegíveis os candidatos que tiverem sido denunciados em primeira instância ou com denúncia acolhida em um tribunal por uma série de delitos - racismo, homicídio, estupro, tráfico de drogas e desvio de verbas públicas -, bem como os já condenados por corrupção eleitoral. Os signatários expressam o repúdio da sociedade à anomalia que permite a delinquentes de todo tipo colecionar mandatos eletivos em busca da impunidade, quando não da reincidência no crime. Os chamados fichas-sujas, dos quais se pode dizer que não têm biografia, mas folha corrida, infestam as instituições representativas em todos os níveis, acobertados pela complacência de sucessivas levas de congressistas que, ao longo dos anos e decerto não por acaso, deixaram de vedar a brecha legal que entrelaça a bandidagem com a política. O veto aos fichas-sujas

 

Imagem: alagoasnacontramao



Publicado por Blog da Santa às 18:18 | | Comentar

Reinaldo Azevedo

 

Guilherme Leal, um dos bilionários brasileiros, dono da Natura, filiou-se ao PV de Marina Silva. É cotado para vice na chapa. O Brasil é mesmo engraçado. É claro que Lula e Marina têm muita coisa em comum. Também ele quis um “bilionário” para chamar de seu: José Alencar. Leal confere, digamos, densidade a Marina Silva junto àquilo que antes se chamava capital — e que, hoje em dia, sei lá, poderia ser chamado de “setor empenhado em disponibilizar recursos para o exercício da cidadania por meio da geração social de riqueza…

Marina já está andando pra cima e pra baixo com publicitários amigos de Leal, um dos grandes anunciantes do país. Sua empresa tem, sem dúvida, uma história impressionante de sucesso. Esse negócio de juntar creme Avon com Saci-Pererê e Boi-Tatá foi uma sacada realmente inteligente. E Marina, como ninguém, simboliza essa síntese.



Publicado por Blog da Santa às 17:28 | | Comentar

O primeiro escândalo protagonizado por sócios fundadores do PT completa 20 anos nesta primavera.

 

A estreia dos Altos Companheiros ocorreu em outubro de 1989, com o Caso Lubeca, protagonizado pelo advogado Luiz Eduardo Greenhalgh.

Desde 1988, quando o PT assumiu pela primeira vez o controle administrativo da maior metrópole da América Latina, todos participavam da experiência que mostraria se o discurso do partido era compatível com a prática. A trama começou a ser desmontada na noite de 16 de outubro, num debate transmitido ao vivo pela TV Bandeirantes. Ronaldo Caiado, hoje deputado federal pelo DEM, que disputava a Presidência pelo PSD, afirmou que uma construtora repassara dinheiro para a campanha de Luiz Inácio Lula da Silva em troca da aprovação de um projeto estacionado havia tempo nas gavetas da burocracia municipal.Hoje um dos mais prósperos advogados brasileiros, Greenhalgh continuou em cena nestes 20 anos. Incumbido pelo PT de acompanhar as investigações que não investigaram a execução do prefeito de Santo André, Celso Daniel, foi flagrado em conversas por telefone, gravadas clandestinamente, que revelaram movimentações subterrâneas destinadas a abafar o caso. Reapareceu recentemente no noticiário político-policial como advogado de Daniel Dantas e na brigada de defensores do terrorista italiano Cesare Battisti. O advogado que mais ganha dinheiro com as indenizações pagas aos anistiados políticos tem um currículo e tanto. Insuficiente, porém, para devolvê-lo à Câmara dos Deputados na eleição de 2006. Com pouco mais de 67 mil votos, menos da metade dos quase 148 mil obtidos em 2002, é só mais um suplente.

 

Veja na seção como foi a estreia dos Altos Companheiros. Artigo completo aqui



Publicado por Blog da Santa às 15:50 | | Comentar

Imagem:betocritica

 

O governo Lula não cometeu erro algum, mas se associou de caso pensado numa empreitada fadada ao fracasso tão somente em nome de seus princípios revolucionários. Chamar isso de erro é minimizar o que se  sucedeu. Estamos diante da partidarização da política externa do Estado, algo sem registro na história do Brasil. Terá sido o primeiro gesto explicitamente imperialista desde a fundação.

O editorial do Estadão (Única saída para o Brasil) só não é mais sonso e mentiroso, ao abordar o papelão Brasileiro na crise de Honduras, porque impossível. Rememoremos: Zelaya voltou a Honduras amparado pelos meios operacionais fornecidos por Hugo Chávez, com pleno apoio, concordância e conhecimento prévio do governo brasileiro. Toda a gente sabe que Zelaya não voltou a Honduras para fazer turismo, mas para fazer uma revolução bolivariana. Desde os primórdios estava configurada uma aventura quixotesca, experimental, um jogo ridículo em que o Zelaya entra com o papel de palhaço (e o risco pessoal) e seus amigos do Foro de São Paulo entram com o apoio internacional. O objetivo, além de restabelecer o "companheiro" ao poder, era exercitar o poder de império dos diversos governos filiados ao Foro de São Paulo. Aqui



Publicado por Blog da Santa às 15:07 | | Comentar

.

El líder golpista dijo a Clarín que el "único error" fue la forma de derrocarlo, al detenerlo y luego sacarlo del país. Pero defendió la medida, negó que fuera un golpe de Estado y acusó a Zelaya de corrupción.

 

El presidente de facto de Honduras, Roberto Micheletti, recibe a Clarín en la sala Dionisio de Herrera -primer mandatario del país- de la Casa Presidencial. Anochece en otro día agitado. En las calles, la "resistencia" a favor del presidente Manuel Zelaya, refugiado en la embajada de Brasil, sigue cada vez más controlada por policías y militares y con la dificultad de organizarse: los medios opositores fueron callados. Micheletti dice que el 7 de octubre autorizará que venga la OEA a mediar (el domingo se expulsó a una misión "sin permiso", dice) y que hay negociaciones internas para salir del pantano. "Hay contactos -indica-, pero Zelaya debe someterse a la Justicia y yo estoy dispuesto a renunciar, en el marco de la Constitución".


La propuesta de San José, del presidente Oscar Arias, incluye la restitución condicionada de Zelaya. Es sólo una iniciativa, no van a venir a decirnos qué debemos hacer.


¿Hay negociaciones, o buscan tiempo hasta la elección de noviembre? La comunidad internacional ya dijo que no reconocerá ese comicio si lo llaman ustedes.

Las elecciones están llamadas desde 2008.


¿No buscan ganar tiempo expulsando a la OEA? ¿Una misión así puede entrar a Argentina, sin papeles? No tenían permiso. Somos país soberano, que quede claro. ¿Por qué el Ejército cerró medios opositores?


Fue en base al decreto (de estado de sitio). Incitaban a la violencia y la guerrilla.

Su régimen está totalmente aislado, hasta del FMI.


¿Y por eso debemos resignar nuestra dignidad? ¿Uds. en Argentina no fueron a la guerra de Malvinas por dignidad, sin importar la presión externa?


Era una dictadura militar.

Como sea. La dignidad nacional existe. ¿Hubieran permitido que Zelaya hiciera lo que hizo?


Echar a un presidente es un golpe de Estado.

Nuestro único error fue sacarlo como lo sacamos. En el resto actuamos con la ley. El violaba la Constitución al buscar una Constituyente para una reelección. Si lo deteníamos y dejábamos aquí, hubiera habido muertos. Se lo sacó del país pero ahora volvió.


¿No cree que están debilitando la democracia en la región?


Si un presidente viola la ley, es corrupto, da derecho al pueblo a reclamar. Nosotros lideramos ese pedido.

En Brasil, Argentina o EE.UU. se han usado métodos institucionales frente a crisis como las que usted intenta describir.

En esos casos, el único que hizo lo correcto fue Lula, rectificó su rumbo.

No entiendo.

Otros cambiaron la Constitución, querían perpetuarse, como Zelaya.

Sigo sin entender. Pero insisto con el Ejército. El general Vázquez recordó a Pinochet con Allende, primero leal y luego lo derroca pistola en mano.

Rogamos a Zelaya no forzar la Constitución. Robó 700 millones de lempiras (US$ 36 millones) y sacó en carretilla del Banco Central fondos para su reforma constitucional. Gastó millones para pasear en helicóptero y en asesores. Era corrupto, tenía varios sinvergüenzas.

¿Qué rol juegan las FF.AA.? Su presencia inunda las calles.

No están en el gobierno, defienden la democracia, la Policía igual. Es para cuidar la reacción incendiaria de Zelaya. Ellas nos apoyaron pues íbamos al abismo.


Pero tuvieron un pasado de violaciones a los DD.HH. y anticonstitucional. ¿Por qué se les da ahora tanto poder?


No, no. Hace 29 años que se adaptaron. Hoy llevan y traen las urnas en las elecciones, respetan al poder civil, son un orgullo.


¿Fue la corrupción, la Constituyente o intentos de cambios sociales lo que llevó al golpe?


Lo sacamos a Zelaya por su izquierdismo y corrupción. El fue presidente, como liberal, como yo. Pero se hizo amigo de Daniel Ortega, Chávez, Correa, Evo Morales.

Perdón...

Se fue a la izquierda, puso toda gente comunista, nos preocupó.


¿No hacen falta cambios sociales, con 75% de pobres y un sistema anquilosado?


Puede haber reformas, incluso constitucionales, menos en 3 artículos, territorio, forma de gobierno ni reelección. Pero lo que prometía Zelaya era pura farsa.


¿Cómo se puede resolver eso y avanzar teniendo tan baja presión fiscal, sin tocar intereses políticos, económicos, religiosos tan fuertes, sin cambios más de fondo?


Se puede hablar, sin pelearnos. Antes de irme firmaré decretos sociales. El Congreso, además, puede obligar a las empresas a pagar más impuestos si es preciso, por ejemplo.



Publicado por Blog da Santa às 12:03 |

BEM VINDOS!
ORKUT

Página da Santa

Comunidade da Santa
 

POSTS RECENTES

Novo endereço

Até breve!!

QUANTO VALE UM POBRE?

Narcoterroristas da Colôm...

Popular até para os morto...

Atenção! O trem-bala já n...

OS 85 TRIBUTOS COBRADOS N...

Dilma. A mulher "pode" !

Brasil: pós palanque e br...

Lula ressuscita a CPMF pa...

"O pior não é morrer de fome num deserto: é não ter o que comer na Terra Prometida" (José Lins do Rego)
ARQUIVO

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

MAPA ELEIÇÕES ESTADUAIS
Oposição é campeã na disputa pelos Estados (10 vitórias) contra 4 do partido governista.
BLOGS ESTRANGEIROS
  • A Natureza do Mal (Portugal)
  • Abulafia (México)
  • Abrupto (Portugal)
  • AEA(Portugal)
  • Astrolabio(Chile)
  • Bellxone(França)
  • Blog-sem-filtros(Portugal)
  • Betty Branco(Portugal)
  • COGIR (Portugal)
  • Das Pipi Pausa (Chile)
  • Dispersamente(Portugal)
  • Dra.Daniela Mann(Portugal)
  • El Escarabajo gris
  • Estados Gerais (Portugal)
  • Fado Falado (Portugal)
  • Fases da Lua Cheia (Portugal)
  • Foto Escrita (Portugal)
  • Impressões(Inglaterra)
  • In Mente (Portugal)
  • Kurika (Portugal)
  • Martha Clmares(Venezuela)
  • Menina Marota(Portugal)
  • Mixtu (Espanha)
  • Inquetudes(Espanha)
  • Novo Mundo(Portugal)
  • Nuvolaglia (Peru)
  • O Insurgente(Portugal)
  • Olhos de Órus(Portugal)
  • Os Intensos (USA)
  • Pisconight (Portugal)
  • Sabedoria(Portugal)
  • Ser Rizomático (Espanha)
  • Só Verdades(Portugal)
  • V-P(nieto) (Portugal)
  • Xnem(Barcelona)
  • BLOGS BRASILEIROS
  • A Marvada Pinga
  • A Moita do Moita
  • A Nova Corja
  • A Casa do Zé Carlos
  • As Culturas Reagem
  • Alquimistas do Brasil
  • Abuláfia
  • Arte Incomum
  • Arte de Fazer
  • Arte Popular
  • Apoio Fraterno
  • Abrindo Janelas
  • Alerta Brasil
  • Angelo da Cia
  • Amor Natural
  • Aqui não, Genésio
  • Aparte
  • ArtMonta
  • Arte Pública Blog
  • Bento vai pradentro
  • Boa Temática
  • Blog do Arlan
  • Blog do Carlos Caldas
  • Blog do Clausewitz
  • Blog de Daniel Butzke
  • Blog do Fábio Mayer
  • Blog do Ferra Mula
  • Blog do Hynkel
  • Blog do Joca
  • Blog do Maninho
  • Blog do Tunico
  • Blog do Tunico 2
  • Blog da Juju
  • Blog da Loba
  • Blog da Magui
  • Blog do Patrick
  • Blog da Nariz Gelado
  • Blog do Tambosi
  • Blog do Sombr4
  • Blog do Ozéas
  • Blogs Coligados
  • Blogando Francamente
  • Brazil Liberdade e Democracia
  • Brazil Business
  • Business Opportunites
  • Cadinho Roco
  • Camarada Arcanjo
  • Caótica
  • Cláudia Perrotti
  • Clenira Melo
  • Chega Mais
  • Circo Sem Futuro
  • Contos e Encontros
  • Contos que conto
  • Connaction
  • Coisas Caseiras
  • Contra o Vento
  • Cosmologia: ciência e arte
  • Culturas Híbridas
  • Da indignação à Ação
  • Desabafos do Amor
  • Deu no Jornal
  • Devaneios de Lilith
  • Diplomatizzando
  • Doutro Lado do Mar
  • Eduardo Souza
  • Educa Fórum
  • Equilíbrio
  • Em Outras Palavras
  • Escrevinhações
  • Estórias Essenciais
  • Ex-petista
  • Expectativas Racionais
  • Fabiana Melo
  • Fábio Mayer
  • Falares
  • Fermento Cínico
  • Flor de Lis Branca
  • Giocomo
  • Frodo Balseiro
  • Gazeta Cultural
  • Grupo da Quinta
  • Idéias e Histórias
  • Ilustrada PPG
  • Indecência Verde Amarela
  • Jus Indignatus
  • Kafe Roceiro
  • Lata Mágica
  • Leão Nazareno
  • Leite, Luz e Linha
  • Lesados em Geral
  • Lena Casas Novas
  • Limpa Brasil
  • Lucasivuca
  • MaGenCo
  • Maria B
  • Maria Oliveira
  • Meu Primeiro Bebê
  • Memorial IAC
  • Meus Ditos
  • Mini contos cotidianos
  • Minimínimos
  • Minuto Político
  • Netuno
  • Miolo de Pote
  • Nacionalista
  • Novas - Vera
  • O Copista
  • O País da Piada Pronta
  • O que pensa Aluízio
  • O Carapuceiro
  • Olhos de Marina
  • Outras Letras
  • PT Nunca Mais
  • Palavras ao Leu
  • Pensar Político
  • Pedra Fundamental
  • Pérolas aos Porcos
  • Plenos Pecados
  • Poemas e Amores
  • Porto das Crônicas
  • Por Cuba Livre
  • Por Outro Lado
  • Por um Novo Brasil
  • Pinkart
  • Pobre Pampa
  • Postura Ativa
  • Quintal do Leão
  • Ramses Séc XXI
  • Resistência
  • Rodrigo Constantino
  • Rótulo
  • Serjão comenta do céu
  • Sei.Não.Maga
  • Simpatia e Esculacho
  • Sobesta Blog
  • Soube?
  • Som Barato
  • Star Sasa
  • Toque das Ruas
  • Toca do Calango
  • Toca dos Seis
  • Tubarão
  • Santa do Blog
  • Uni-verso In-verso
  • Vaca Atolada
  • Varal de Idéias
  • Verbi Gratia
  • Vida Nova
  • Vôo Subterrâneo
  • Vox Libre por Antonio Rayol
  • Walter Carrilho
  • Zigue-zagueando
  • Contraditório
  • Jean Scharlau
  • Zé Povo
  • Novembro 2010
    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab

    1
    2
    3
    4
    5
    6

    7
    8
    9
    13

    16
    17
    18
    20

    21
    22
    23
    24
    26
    27

    28
    29
    30


    Brasileira em Lisboa, Portugal
    blogs SAPO
    tags

    “força aérea

    300

    80 anos de bento xvi

    aeronáutica

    affonso romano

    agência nacional de aviação civil

    água

    alimentação medieval

    alinhamento ideológico

    amarildo

    ancine

    andre desek

    anibal phillot

    animação

    ariano suassuna

    arquitetura

    arsenal

    arte

    arte brasileira contemporânea

    arte contemporânea

    arte pop

    arte pública

    artes visuais

    assalto

    assédio

    assembléia legislativa de perrnambuco

    atendimento aos municípios

    bacanal

    banco do brasil

    bento xvi

    bienal

    bloogueiros portugueses

    bobagens

    bolívia

    boris kossoy

    boris nikoláyevich yeltsin

    brasil

    bruna putistinha

    bruna surfistinha

    caetano veloso

    caetés

    campanha na rede

    cansei

    caos aéreo

    caricatura

    carlos wilson

    cartel

    células-tronco

    cenografia

    censura no brasil

    charge

    christina fontenelle

    cidades

    cinema

    classe média

    clement greenberg

    clodovil

    co-rio

    combater ao crime

    comissão de constituição e justiça do se

    comunicação

    congressistas

    congresso nacional

    conselho nacional de cinema

    controlador de vôo

    corrupção no brasil

    cow parade

    cow parade no brasil

    cpi do apagão

    crime

    crítica de arte

    culinária temática

    curadoria

    cursos

    diogo mainardi

    escultura

    fotografia

    governo

    governo do pt

    governo lula

    humor

    impunidade

    lei rouanet

    literatura

    lula

    mec

    minc

    patrocínio cultural

    poéticas

    política

    política cultural

    política pública

    políticas públicas

    prefeitura são paulo

    pt

    segurança

    turismo

    universidade

    violência

    violência urbana

    todas as tags