Terça-feira, 25 de Agosto de 2009

 
1. Um centro apodrecido
 

Andando pelas avenidas Dantas Barreto, Guararapes e Conde da Boa Vista e ruas adjacentes, vias mais importantes, é perceptível o estado de decadência física e social daquele ambiente...Extrema desorganização do comércio ambulante, que o Camelódromo não conseguiu disciplinar. Também marcam aquela via a mendicância intensa e a enorme chance de aparecerem marginais, desde trombadinhas até gente armada, e beneficiados pela ausência da polícia e prontos para roubar dinheiro e objetos de valor dos(as) transeuntes. No caminho, vemos uma total falta de higiene... Em todo lugar, lixo que não acaba mais, que se renova todos os dias, todas as horas. Nenhum mutirão de garis consegue tornar limpa a velha cidade. A arquitetura que marca os edifícios da Guararapes e da primeira metade da Avenida Conde da Boa Vista faz do centro do Recife um lugar atrasado, parado no tempo, que não evolui mais, ao contrário de tantas outras cidades que aceleram na trilha do futuro urbano. A maioria das cidades populosas brasileiras nos humilha seriamente em termos de urbanismo e organização.  Na Conde da Boa Vista e ruas adjacentes, percebemos, além da multidão circulante e do horrível corredor de ônibus construído durante a prefeitura de João Paulo, um rico comércio itinerante de CDs e DVDs piratas, mais e mais lixo e aguinha nojenta no chão, mendicância abundante, menores abandonados circulando e verdadeiras feiras sem o mínimo de disciplina os quais mais parecem mercados persas. Além do mais, quando sentamos nas paradas de ônibus, corremos um alto risco de sermos “visitados” por assaltantes que fingem ser mendigos, pedem dinheiro e em seguida cobram o celular, a carteira e, a mulheres, a bolsa...O centro do Recife parece o pulmão de alguém que fuma há 40 anos, dado o seu estado de deterioração, sujeira e caos social. Observar os detalhes dessa que é uma das chagas de nossa urbe mostra como essa cidade e sua prefeitura são nota zero em urbanismo e política social. *Robson Fernando (para o Acerto de Contas) é articulista independente, graduando em Ciências Sociais pela UFPE (ver blog)

 

2. Recife: Cidadã Reporter

 

Avenida Guararapes, nas imediações do nº 131, bairro de Santo Antônio, Centro do Recife, levei uns turistas amigos residentes no Sul do País para conhecerem o Centro da Cidade do Recife e ficamos horrorizados com tanto lixo espalhados e em sacos.
 

Fomos comprar o melhor queijo de coalho do Recife, Sr. Jaime, e ao lado da barraca dele encontramos mais lixo, justamente na Avenida Dantas Barreto esquina com a Avenida Nossa Senhora do Carmo. Isso nos deixa bastante envergonhados pelo fato de que, nas Cidades do Paraná não se vê nada disso e principalmente no Centro da Capital - Curitiba, uma das mais bem cuidadas e limpas do Brasil.
 

Avenida Dantas Barreto em frente ao Edifício Inalmar, localizado na Avenida Dantas Barreto, 564, bairro de Santo Antônio, pleno coração da capital pernambucana, próximo ao cruzamento com a Avenida Nossa Senhora do Carmo.
 

Rua do Hospício fica localizada no bairro da Boa Vista, centro da cidade, fotografei este lixo na frente de um Hotel próximo ao Parque 13 de Maio e a Câmara dos Vereadores. Um belo cartão postal e uma boa impressão para os clientes do Hotel. (Textos e fotos; Maria Helena Nascimento//Cidadã Repórter / Fórum Cidadão Reporter/ Diário de Pernambuco)
 

3. O endereço da vergonha: Centro do Recife

 

 

Por João Valadares, de Cidades / JC

 

Se um não estivesse descoberto, passariam por sacos de lixo amontoados à espera do serviço de limpeza urbana. Mas é gente que espera, com a cara no chão, o serviço de assistência social da Prefeitura do Recife. “Somos pior. O lixo tem destino certo.” A frase, dita assim sem muita importância, é de um senhor de 58 anos que usa rua como cama há muito tempo. O endereço da vergonha é o Marco Zero da cidade, numa sobra de calçada do terminal marítimo de passageiros. Pontualmente, às 21h, a fila é formada. É a fila da humilhação. Só se desfaz às 5h. São 31 pessoas embrulhadas. Não deixam nem o pé do lado de fora. Quem passa rápido confunde homem e mulher com entulho.

 

Chamar de 'desamparo' é pouco.

 

Pode-se imaginar que aqueles escondidos ali, muitos adultos e alguns já velhos, conformados em sacos plásticos, resistem às tentativas de abordagem do poder público. Não é isso. Abordagem social até existe, a prefeitura cadastrou e conversou com todos eles, mas não há onde colocá-los, onde esquentá-los.

 

No Recife, cidade com 1,6 milhão de habitantes e um número desatualizado de mendigos, só existe um lugar para acolhimento de homens adultos em situação de rua. Fica numa travessa da Rua Imperial, no bairro de São José. Chama-se Centro de Reintegração Social (CRS). Lá, só cabem 50. Oficialmente, a Secretaria de Assistência Social do Recife trabalha ainda com os números de uma pesquisa realizada pela Universidade de Brasília (Unb), que fez um levantamento comparativo entre os anos de 2004 e 2005. Os dados mostraram que o número de mendigos saltou de 653 para 1.390. Hoje, existem alguns relatórios do Instituto de Assistência Social e Cidadania (Iasc) que apontam, de maneira aproximada, o contingente.

 

No ano passado, quase 2 mil pessoas estavam nesta situação. Em relação a este ano, o dado disponível é de que 72 novos homens adultos, até 59 anos, passaram a viver na rua.

 

José Carlos de Santana, 64, já foi cozinheiro dos bons. Trabalhou em hotéis e restaurantes. Hoje, sobrevive de restos. Entende bem o que é travesseiro de pedra. Continua vivo por teimosia mesmo. Há 46 anos, dorme embaixo da marquise de uma loja de móveis no Centro. “Sou um infeliz. Meus filhos não sabem nem que eu existo. Não quero ir para abrigo da prefeitura. Lá, não presta. É muita bagunça. Fico aqui até Deus dizer basta.” Mal sabe que, mesmo se quisesse, não teria como ser recebido. Wilton do Nascimento, 34, exilado por problemas na comunidade, venceu pelo cansaço. “Esperei mais de um ano para ser acolhido. Lembro bem. Vim aqui 10 vezes.”

 

Na Rua do Imperador, algumas pessoas montam barracos à noite. “Eles só chegam para retirar nossas coisas e jogar fora. Vamos para onde? Tem lugar bom para a gente?”, pergunta Antônio Ferreira da Silva, 61. Um de seus amigos, o administrador de empresas David Neri Santos, 47, há oito dormindo na frente do Teatro de Santa Isabel, simplifica. “Morador de rua não vota. De dez, só dois têm documento.” David é ex-funcionário do Banco do Brasil. Nasceu numa família de classe média. Trabalhou em várias empresas em São Paulo.

 

“Em 1994 entrei num programa de demissão voluntária do Banco do Brasil. Com R$ 100 mil na mão, abri uma pequena empresa em Olinda. Quebrei e, hoje, vivo aqui.” David admite ser dependente de álcool e maconha. “Vendo limpador de parabrisa nos sinais para sobreviver. O grande problema é que o poder público não tem estrutura para resgatar as pessoas que vivem assim.” Na Rua do Imperador há 20 anos, Darlene dos Santos, 32, espera um auxílio-moradia do Iasc para alugar um quarto. “Parece que eles vão oferecer R$ 50 e eu completo com mais R$ 50.”



Publicado por Blog da Santa às 00:01 | | Comentar | ver comentários (5)

Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

O ator Bruno Gagliasso afirmou que a TV Globo não levou ao ar seu protesto contra o presidente do Senado, José Sarney, em programa deste sábado (22). "Cortaram meu #forasarney que falei no Altas Horas", escreveu Gagliasso no Twitter. O programa de Serginho Groisman é famoso por entrevistas em que jovens da plateia interagem com os convidados. Também costuma ser transmitido ao vivo, porém, no último sábado, foi gravado por conta do Criança Esperança.



Publicado por Blog da Santa às 23:12 | | Comentar | ver comentários (1)

imagem

 

Capital Inicial faz média com público ao criticar políticos, mas poupa Lula

 

O líder da banda Capital Inicial, Dinho Ouro Preto, no show que fez sexta-feira no Recife, achou por bem falar mal dos políticos.Citou Sarney, Collor e Renan Calheiros. Lembrou até de Maluf. Não se sabe a razão, esqueceu de citar o chefe de todos eles, Lula. A música para embalar o protesto, claro, foi Que País é Esse? Mais correto, a banda Biquini Cavadão ralhou contra todos os políticos de Brasília, ao som de Inútil. Fonte



Publicado por Blog da Santa às 23:00 | | Comentar

 
Lula gasta milhões ano no que o Planalto chama de gastos "sigilosos" (secretos) com a desculpa que são gastos com segurança nacional… O que agora se revela  em mais uma mentira… Para blindar Dilma, o palácio informou que as imagens do básico registro  "entra e sai"  são deletadas com 30 dias... O que suponho, claro, ser mais uma mentira do "cara". 
 
 
Veja isso:
 
1. O serviço secreto americano mantém um registro geral de todos os visitantes da Casa Branca.

 

O serviço secreto americano mantém um registro geral de todos os visitantes da Casa Branca. Esse registro inclui a lista das pessoas que estiveram com o presidente e seus principais auxiliares, como o chefe de gabinete (equivalente ao ministro da Casa Civil), e também os vídeos das câmeras de segurança. No fim do mandato, parte dos registros é transferida para as bibliotecas presidenciais e para o Arquivo Nacional, e passam a integrar o patrimônio histórico.
 
2. Resta saber em que consiste  os gastos secretos do Planalto -"a pocilga sindicalista" -, vulgo gastos com segurança nacional???.
 
 
 
Portanto, nos Estados Unidos, a Casa Branca não poderia alegar que não tem mais imagens ou registros de visitantes do ano passado. Essa foi a justificativa do Planalto, que disse ter apagado o vídeo da data em que a ex-secretária da Receita Federal, Lina Vieira, afirmou ter estado com a ministra Dilma Rousseff. (Patrícia Campos Mello, O Estado de São Paulo).
 
E Mais:
- Receita exonera assessores próximos de Lina Vieira
- Quem quiser explodir o Planalto sem deixar rastros só precisa colocar a bomba com 32 dias de antecedência


Publicado por Blog da Santa às 14:25 | | Comentar | ver comentários (2)

Domingo, 23 de Agosto de 2009

 

 

Artesanato do Nordeste. Artesão Adriano. Biombo de madeira 3 folhas vazado com figuras de bonecos, medida: 2,00 m x 2,00 m.
 

 



Publicado por Blog da Santa às 13:05 | | Comentar

 

Lula vai tirar Dilma de cena e reforçar sua blindagem: Ministra sai de férias em setembro, enquanto ministros e líderes do PT são escalados para responder à oposição.

 

 Vera Rosa e Tânia Monteiro, BRASÍLIA

 

Alvo de constantes estocadas da oposição, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, sairá de cena por no mínimo uma semana, em setembro, após o anúncio do marco regulatório do pré-sal, no próximo dia 31. As férias da ministra, pré-candidata do PT à Presidência, coincidem com a nova estratégia do Planalto para reforçar sua blindagem. A partir de agora, líderes do PT e do governo no Congresso, dirigentes petistas e até ministros ficarão responsáveis por uma espécie de "comitê" da pronta resposta na Esplanada.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva constatou que Dilma continua "assoberbada" de trabalho e não pode mais acumular a gerência do governo com a coordenação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), os projetos sobre o pré-sal e as atividades de campanha. O descanso foi sugerido pelos médicos logo depois que a ministra terminou, na semana passada, o tratamento de radioterapia para combater um câncer no sistema linfático.

Dilma está preocupada com o bombardeio na sua direção. Em reunião realizada na quarta-feira, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)- sede provisória do governo -, a ministra negou diante de colegas e dirigentes do PT que tenha feito qualquer solicitação à então secretária da Receita Federal Lina Vieira. Demitida do cargo, Lina acusou Dilma de ter pedido a ela para "agilizar" investigações do Fisco sobre a família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Convocada pelo chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, para definir o roteiro que seria cumprido poucas horas depois pelo PT no Conselho de Ética, a fim de salvar Sarney, a reunião daquele dia também tratou da blindagem de Dilma. A avaliação foi de que os ataques à chefe da Casa Civil vão crescer e é preciso protegê-la.

Dilma disse não entender por que Lina quis arrastá-la para nova crise. "Eu nem sabia que ela seria demitida", afirmou. Para o Planalto, o depoimento de Lina à Comissão de Constituição de Justiça do Senado, na terça-feira, exibiu uma mulher "contraditória e evasiva", que não conseguiu provar as acusações.

Mesmo assim, o governo está convencido de que é necessário tomar providências para evitar que a oposição cole em Dilma o carimbo de "mentirosa". A ordem é partir para o confronto e, se o alvo for relacionado a alguma medida administrativa, comparar com a gestão do tucano Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).

"Faz tempo que nossos adversários querem desconstruir a imagem da Dilma", afirmou o presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP). "Quem tem de fazer o contraponto na política somos nós, e não ela."

Um ministro disse ao Estado que os governadores José Serra (São Paulo) e Aécio Neves (Minas), pré-candidatos do PSDB à sucessão de Lula, também escalam secretários para a contraofensiva, quando não querem mexer em vespeiros. Seu argumento é: por que Dilma tem de pôr a cara para bater antes da campanha?

Lula quer que a concorrente do PT apareça apenas em agendas positivas, como o anúncio do novo modelo de exploração do petróleo, daqui a oito dias. O Planalto vai transformar o pré-sal em trunfo político da campanha de 2010 e prepara grande cerimônia, salpicada de verde e amarelo, para anunciar as medidas. Dilma será a estrela da solenidade, mas não deverá comparecer à festa do 7 de Setembro, pois planejou seu descanso para esse período.

DEBANDADA

Embora tenha dito que pretende trocar a maioria dos ministros que disputarão eleições por secretários executivos, Lula não aplicará essa regra na Casa Civil. "A eleição vai desmontar uma parte da equipe, mas o palácio eu não vou desmontar", avisou o presidente.

Para a vaga de Dilma, o mais cotado, até agora, é o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e não a secretária executiva da Casa Civil, Erenice Guerra. Gilberto Carvalho e os ministros Franklin Martins (Comunicação Social) e Luiz Dulci (Secretaria-Geral da Presidência) também continuarão em seus postos e vão integrar o time da defesa de Dilma. O ex-chefe da Casa Civil e deputado cassado José Dirceu exercerá a mesma função, por meio de seu blog.

Em conversas reservadas, logo que foi informada sobre sua doença, Dilma admitiu a possibilidade de deixar o cargo em janeiro de 2010, para fazer campanha, caso seu tratamento a impedisse de conciliar as atividades. Lula a convenceu a mudar de ideia, sob a alegação de que o governo é "uma vitrine". O plano do presidente é liberar os candidatos da Esplanada em 3 de abril, prazo fixado pela Lei Eleitoral. Dos 35 ministros, 17 querem entrar na corrida de 2010.

Objeto do desejo do PT e também do PMDB, a cadeira do ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro - que está de malas prontas para o Tribunal de Contas da União (TCU) -, pode ser ocupada pelo deputado Antonio Palocci (PT-SP). Lula só não bateu o martelo ainda porque espera o julgamento de Palocci pelo Supremo Tribunal Federal (STF), na quinta-feira.

Ex-ministro da Fazenda, Palocci é acusado de ter violado o sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa. O governo confia na sua absolvição. Se isso ocorrer, o ex-homem forte da economia será reabilitado. No xadrez político de Lula, Palocci tanto pode ser o articulador do Planalto, no lugar de Múcio, como candidato do PT ao governo de São Paulo, caso o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) insista na ideia de disputar a Presidência, e não o Palácio dos Bandeirantes.

Turbulência à vista: Os problemas na pré-candidatura à Presidência da ministra  Dilma Rousseff (Casa Civil)

AS DÚVIDAS

Plebiscito


Lula quer uma campanha plebiscitária, isto é, levar o eleitor a escolher o candidato sob a promessa de que as políticas públicas não vão mudar. Com Ciro Gomes (PSB) e Marina Silva, pelo PV, interessados em disputar a sucessão, cresce o número de candidatos e fica mais difícil o modelo plebiscitário

Mulher

A ministra Dilma já usa o marketing da "mulher candidata" ao Palácio do Planalto para conquistar a simpatia do eleitorado. Se Marina decidir mesmo concorrer, essa bandeira deixa de ser exclusiva de Dilma. E o apelo pode ser ainda menor se Heloísa Helena (PSOL) também disputar o Planalto

Imposição

Parte considerável do PT e dos partidos da base aliada do governo Lula não engoliu até hoje a maneira como o presidente impôs a pré-candidatura da ministra da Casa Civil. A esquerda do PT, que faz mobilização popular, acha Dilma uma tecnocrata que está aprendendo a fazer discurso político

Saúde

Na base do governo, alguns aliados falam até em preservar a ministra - que na semana passada terminou tratamento de combate ao câncer, no Hospital Sírio Libanês - de uma desgastante corrida à Presidência. A avaliação geral é de que a sucessão de Lula exigirá uma carga exaustiva de viagens e compromissos, sem falar nos embates com adversários

Aliados inquietos

No PMDB, principalmente entre as lideranças da Câmara, há um debate aberto, mas de bastidor, sobre o temor de que o partido esteja entrando em uma "canoa furada" com o apoio a Dilma. Há peemedebistas que não desistiram de Aécio Neves (PSDB) e insistem em um movimento para cooptá-lo

Estados

Se o PMDB não for unido para a candidatura da ministra da Casa
Civil à Presidência, haverá uma polarização nas alianças
regionais, com os demais concorrentes ao cargo tendo palanques duplos e até triplos nos Estados. Isso é tudo o que o Palácio do Planalto não quer para a sua candidata

AS EXPLICAÇÕES

Varig/Teixeira


Dilma tentou esconder os encontros com o advogado Roberto
Teixeira, compadre de Lula, que intermediou a venda da Varig.

Só depois da pressão da mídia é que ela admitiu ter recebido o
advogado pelo menos duas vezes na Casa Civil

Cartões/Dossiê

Na crise dos cartões corporativos, a Casa Civil informou que montava uma planilha sobre despesas do ex-presidente Fernando Henrique, a pedido do TCU. Dilma alegou que o dossiê era apenas um "banco de dados"

Doença

Dilma omitiu, em um primeiro momento, que enfrentava doença grave. Chegou a pensar em deixar o cargo. Quando a informação veio à tona, porém, ela concedeu uma entrevista coletiva em São Paulo e expôs publicamente a sua luta

Diplomas

O site da Casa Civil dizia que a ministra tinha mestrado em Ciências Econômicas, feito na Unicamp. Tratava-a, também, como doutora nessa especialização. Teve de admitir que não tinha nem mestrado nem doutorado

 
Lina Vieira

A ex-secretária da Receita Federal diz que foi chamada por Dilma ao gabinete da Casa Civil e recebeu pedido para "agilizar a fiscalização" nas empresas do filho do Sarney, Fernando. Para Lina, havia interesse em "encerrar" apuração.

 

Comentários dos leitores

 

A VACA BEM QUE PODIA IR PRO BREJO.....

 

eddie_sampaio : "Seria tão bom se ela saísse de férias e nunca mais voltasse.... e levasse junto essa curriola de gente estúpida, inepta e ignorante. Vade retro PT!!! volta pro inferno, lugar de onde vocês nunca deveriam ter saído".

 

CADEIA

luizcconcilio: "Cadeia nela, é uma baita guerrilheira e pistoleira... gente assim tem que ser esquecida e nem aposentadoria deve ter, pois nosso dinheiro não é capim. ...tchau.."



Publicado por Blog da Santa às 11:51 | | Comentar | ver comentários (1)

Sábado, 22 de Agosto de 2009

Fonte da imagem

 

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) afirmou que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), "vai perder novamente na Justiça" se não aceitar um segundo recurso ao plenário que deverá ser apresentado por um grupo de senadores contra o arquivamento de cinco representações que pediam ao Conselho de Ética a investigação de denúncias de envolvimento dele em irregularidades.
 
Assinavam o recurso rejeitado por Serys (PT) os senadores:
 
Pedro Simon (PMDB-RS)
José Nery (PSOL-PA)
Cristovam Buarque (PDT-DF)
Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE)
Renato Casagrande (PSB-ES)
Jefferson Praia (PDT-AM)
Demóstenes Torres (DEM-GO)
Alvaro Dias (PSDB-PR)
Kátia Abreu (DEM-TO).
Marina Silva (sem partido-AC)
Flávio Arns (PT-PR)

Mais aqui


Publicado por Blog da Santa às 09:44 | | Comentar

Sexta-feira, 21 de Agosto de 2009


 

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República informou que não tem imagem ou registros da garagem do Palácio do Planalto de novembro e dezembro do ano passado, época em que a ex-secretária da Receita Federal Lina Maria Vieira afirma ter se encontrado com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Em nota divulgada esta tarde, o GSI argumenta que o setor de armazenamento de imagens do sistema de segurança só guarda imagens por até 30 dias. "Quando o setor de armazenamento no HD está cheio, novas imagens substituem as antigas. Deste modo, não mais existem as imagens relativas aos meses de novembro e dezembro de 2008", diz a nota. Aqui

 

Chamem o Protógenes! Ele vai gravar e filmar tudo.

 

Dizer o quê? Se a segurança do Palácio do Planalto for essa, o Gabinete da Segurança Institucional tem de cair. Inteiro. É uma questão de princípio: o Palácio do Planalto tem de ser o lugar mais seguro do Brasil. Se a República tem um endereço, é aquele. Se a coisa for como diz a nota, trata-se de uma esculhambação. Muitos prédios residenciais são mais seguros do que isso.


Então, tá. Não há imagens. O governo que aumentou brutalmente os gastos não tem uns trocados para comprar, na pior das hipóteses, nem uns CDs, desses que as minhas filhas usam como se fosse papel Sulfite. O país do PAC (quá, quá, quá) não compra nem pen drive para aqueles pobrezinhos do GSI. Vai ver falta espaço para estocar esse volumoso material. Tenham paciência!


Como concluir? Chamem o Protógenes! Ele vai gravar e filmar tudo.
Aqui



Publicado por Blog da Santa às 23:50 | | Comentar

Estadão

 

O lulismo deixou o petismo de joelhos. Movido por um projeto inequivocamente pessoal que se desdobra em três etapas - eleger a candidata à sucessão que escolheu em decisão solitária, ser a eminência parda do próximo governo e voltar ao Planalto em 2015 -, o presidente Lula faz o que for preciso e obriga o PT a pagar qualquer preço para que se cumpram as cláusulas desse contrato que celebrou consigo próprio. É a coerência da intoxicação com o poder. Se der certo, há de ter calculado, sairá mais em conta do que a aventura de um terceiro mandato consecutivo. Os eventuais espasmos de má consciência dos companheiros, aos quais serviu o prato pronto da candidatura Dilma Rousseff, com os seus indigestos pertences, são problema deles. Diante da estelar popularidade do chefe e do seu competente manejo do sistema de prêmios e castigos ao alcance da cadeira presidencial, à esmagadora maioria só resta efetivamente adaptar a posição da espinha dorsal às circunstâncias que lhes foram ditadas.

Desse ângulo, a crônica política dos últimos dois meses - quando a crise do Senado assumiu as feições do seu presidente, José Sarney - pode se resumir à constância com que Lula empregou o seu poderio em favor do aliado. Ele partiu da premissa de que a criação de uma imagem palatável da ministra perante o grosso do eleitorado depende das máquinas estaduais do PMDB e do tempo do partido no horário gratuito. Lula também acredita que Sarney é peça insubstituível na montagem da coligação com que conta para fazer da disputa de 2010 um plebiscito sobre o seu governo, promovendo a transferência de votos para Dilma. O resto foi decorrência. Por via das dúvidas, a caciquia peemedebista não hesitou em chantagear o presidente cada vez que a bancada do PT parecia propensa a complicar a vida do senador, ora com um pedido para que se afastasse da direção da Casa, ora com a tentativa de desarquivar pelo menos 1 das 11 denúncias ou representações apresentadas contra ele no Conselho de Ética. E Lula sempre respondeu à altura - por assim dizer.

E, de arrocho em arrocho, obteve na quarta-feira os três votos petistas necessários para livrar Sarney de um processo por quebra de decoro parlamentar. O enquadramento da bancada ficou escancarado com a leitura, em plena reunião do Conselho, de uma nota do presidente petista, Ricardo Berzoini, o interventor de Lula na agremiação, que desqualifica as acusações ao senador como "manipulação hipócrita dos interesses eleitorais" da oposição. Numa reunião do politburo do partido, horas antes, com Gilberto Carvalho, o chefe de gabinete de Lula, o líder da bancada Aloizio Mercadante, da linha anti-Sarney, se comprometera a ler o texto. Depois, amarelou, deixando a incumbência para o colega João Pedro. Isso foi só uma amostra. Há dias ele vinha falando em renunciar à liderança se a cúpula petista exigisse a submissão dos representantes no Conselho de Ética. Diante do fato consumado, contorceu-se, pateticamente. "A minha vontade, hoje, verdadeira, era sair", entoou. "Meu cargo está totalmente à disposição, só não quero agravar a crise num dia como hoje."

Ontem, enfim, anunciou que renunciaria irrevogavelmente, decisão que, mais tarde, deixou para hoje. De todo modo, o seu comportamento hesitante já havia descontentado os lulistas e os éticos. Um destes últimos, o paranaense Flávio Arns, roubou a cena com uma demonstração - incomum nos tempos que correm - de integridade política e autorrespeito. Ele se declarou "envergonhado" de sua filiação ao PT porque o partido "rasgou a página fundamental de sua constituição, que é a ética", e se move por "bandeiras visando à eleição do ano que vem". A "quebra do ideário" será o seu argumento na Justiça Eleitoral para manter o mandato. Ele não foi o único petista a dizer que perdera as ilusões. Também anteontem - numa data decerto escolhida a dedo - a senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva anunciou a sua esperada desfiliação do PT. Provável candidata presidencial pelo Partido Verde (PV), com uma plataforma centrada no desenvolvimento sustentável, ela deplorou a falta de condições políticas para "fazer a questão ambiental alojar-se no coração do governo".

A tática do trator do lulismo fez por merecer o comentário ferino do senador Pedro Simon: "Hoje é o dia em que o PT abraça o Sarney e o Collor, e a Marina sai do partido."

 



Publicado por Blog da Santa às 12:03 | | Comentar | ver comentários (2)

Quinta-feira, 20 de Agosto de 2009

 

Lula deixará pendência do fracassado PAC de R$ 115 bilhões para o próximo governo

 

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) deixará para o sucessor de Lula uma pendência de R$ 115 bilhões não gastos até 2010 no setor de logística. O cálculo foi feito pelo professor da Coppead/UFRJ Paulo Fleury, diretor do Instituto de Logística e Supply Chain (Ilos), com base no último balanço do programa. Segundo o trabalho, até agora só 10% dos recursos foram efetivamente desembolsados pelo Estado. “Nesse ritmo, o governo só terminaria de gastar todo o dinheiro em 2034”, prevê Fleury.

 

Ele explica que o governo planejava deixar para o seu sucessor compromisso de investimentos de apenas R$ 36 bilhões - montante referente a parte dos projetos do Trem de Alta Velocidade (TAV), que vai custar R$ 34 bilhões, e da Ferrovia Oeste-Leste, na Bahia, de R$ 6 bilhões. “Mas o que temos visto até agora não vai nesse caminho. Se nada for feito para dar celeridade ao processo, no máximo o PAC terminará com 12,7% dos recursos gastos”, diz o professor.

 

Lançado em janeiro de 2007 como o mais importante programa de investimentos em infraestrutura dos últimos anos, o PAC vive aos trancos e barrancos, com enorme dificuldade para acelerar o ritmo das obras. Dos 37 projetos de logística levantados por Fleury, 32% tiveram o cronograma prorrogado e apenas 14% foram concluídos. Em apenas 3% dos casos, o governo conseguiu antecipar a conclusão da obra.

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Publicado por Blog da Santa às 15:16 | | Comentar | ver comentários (2)

BEM VINDOS!
ORKUT

Página da Santa

Comunidade da Santa
 

POSTS RECENTES

Novo endereço

Até breve!!

QUANTO VALE UM POBRE?

Narcoterroristas da Colôm...

Popular até para os morto...

Atenção! O trem-bala já n...

OS 85 TRIBUTOS COBRADOS N...

Dilma. A mulher "pode" !

Brasil: pós palanque e br...

Lula ressuscita a CPMF pa...

"O pior não é morrer de fome num deserto: é não ter o que comer na Terra Prometida" (José Lins do Rego)
ARQUIVO

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

MAPA ELEIÇÕES ESTADUAIS
Oposição é campeã na disputa pelos Estados (10 vitórias) contra 4 do partido governista.
BLOGS ESTRANGEIROS
  • A Natureza do Mal (Portugal)
  • Abulafia (México)
  • Abrupto (Portugal)
  • AEA(Portugal)
  • Astrolabio(Chile)
  • Bellxone(França)
  • Blog-sem-filtros(Portugal)
  • Betty Branco(Portugal)
  • COGIR (Portugal)
  • Das Pipi Pausa (Chile)
  • Dispersamente(Portugal)
  • Dra.Daniela Mann(Portugal)
  • El Escarabajo gris
  • Estados Gerais (Portugal)
  • Fado Falado (Portugal)
  • Fases da Lua Cheia (Portugal)
  • Foto Escrita (Portugal)
  • Impressões(Inglaterra)
  • In Mente (Portugal)
  • Kurika (Portugal)
  • Martha Clmares(Venezuela)
  • Menina Marota(Portugal)
  • Mixtu (Espanha)
  • Inquetudes(Espanha)
  • Novo Mundo(Portugal)
  • Nuvolaglia (Peru)
  • O Insurgente(Portugal)
  • Olhos de Órus(Portugal)
  • Os Intensos (USA)
  • Pisconight (Portugal)
  • Sabedoria(Portugal)
  • Ser Rizomático (Espanha)
  • Só Verdades(Portugal)
  • V-P(nieto) (Portugal)
  • Xnem(Barcelona)
  • BLOGS BRASILEIROS
  • A Marvada Pinga
  • A Moita do Moita
  • A Nova Corja
  • A Casa do Zé Carlos
  • As Culturas Reagem
  • Alquimistas do Brasil
  • Abuláfia
  • Arte Incomum
  • Arte de Fazer
  • Arte Popular
  • Apoio Fraterno
  • Abrindo Janelas
  • Alerta Brasil
  • Angelo da Cia
  • Amor Natural
  • Aqui não, Genésio
  • Aparte
  • ArtMonta
  • Arte Pública Blog
  • Bento vai pradentro
  • Boa Temática
  • Blog do Arlan
  • Blog do Carlos Caldas
  • Blog do Clausewitz
  • Blog de Daniel Butzke
  • Blog do Fábio Mayer
  • Blog do Ferra Mula
  • Blog do Hynkel
  • Blog do Joca
  • Blog do Maninho
  • Blog do Tunico
  • Blog do Tunico 2
  • Blog da Juju
  • Blog da Loba
  • Blog da Magui
  • Blog do Patrick
  • Blog da Nariz Gelado
  • Blog do Tambosi
  • Blog do Sombr4
  • Blog do Ozéas
  • Blogs Coligados
  • Blogando Francamente
  • Brazil Liberdade e Democracia
  • Brazil Business
  • Business Opportunites
  • Cadinho Roco
  • Camarada Arcanjo
  • Caótica
  • Cláudia Perrotti
  • Clenira Melo
  • Chega Mais
  • Circo Sem Futuro
  • Contos e Encontros
  • Contos que conto
  • Connaction
  • Coisas Caseiras
  • Contra o Vento
  • Cosmologia: ciência e arte
  • Culturas Híbridas
  • Da indignação à Ação
  • Desabafos do Amor
  • Deu no Jornal
  • Devaneios de Lilith
  • Diplomatizzando
  • Doutro Lado do Mar
  • Eduardo Souza
  • Educa Fórum
  • Equilíbrio
  • Em Outras Palavras
  • Escrevinhações
  • Estórias Essenciais
  • Ex-petista
  • Expectativas Racionais
  • Fabiana Melo
  • Fábio Mayer
  • Falares
  • Fermento Cínico
  • Flor de Lis Branca
  • Giocomo
  • Frodo Balseiro
  • Gazeta Cultural
  • Grupo da Quinta
  • Idéias e Histórias
  • Ilustrada PPG
  • Indecência Verde Amarela
  • Jus Indignatus
  • Kafe Roceiro
  • Lata Mágica
  • Leão Nazareno
  • Leite, Luz e Linha
  • Lesados em Geral
  • Lena Casas Novas
  • Limpa Brasil
  • Lucasivuca
  • MaGenCo
  • Maria B
  • Maria Oliveira
  • Meu Primeiro Bebê
  • Memorial IAC
  • Meus Ditos
  • Mini contos cotidianos
  • Minimínimos
  • Minuto Político
  • Netuno
  • Miolo de Pote
  • Nacionalista
  • Novas - Vera
  • O Copista
  • O País da Piada Pronta
  • O que pensa Aluízio
  • O Carapuceiro
  • Olhos de Marina
  • Outras Letras
  • PT Nunca Mais
  • Palavras ao Leu
  • Pensar Político
  • Pedra Fundamental
  • Pérolas aos Porcos
  • Plenos Pecados
  • Poemas e Amores
  • Porto das Crônicas
  • Por Cuba Livre
  • Por Outro Lado
  • Por um Novo Brasil
  • Pinkart
  • Pobre Pampa
  • Postura Ativa
  • Quintal do Leão
  • Ramses Séc XXI
  • Resistência
  • Rodrigo Constantino
  • Rótulo
  • Serjão comenta do céu
  • Sei.Não.Maga
  • Simpatia e Esculacho
  • Sobesta Blog
  • Soube?
  • Som Barato
  • Star Sasa
  • Toque das Ruas
  • Toca do Calango
  • Toca dos Seis
  • Tubarão
  • Santa do Blog
  • Uni-verso In-verso
  • Vaca Atolada
  • Varal de Idéias
  • Verbi Gratia
  • Vida Nova
  • Vôo Subterrâneo
  • Vox Libre por Antonio Rayol
  • Walter Carrilho
  • Zigue-zagueando
  • Contraditório
  • Jean Scharlau
  • Zé Povo
  • Novembro 2010
    Dom
    Seg
    Ter
    Qua
    Qui
    Sex
    Sab

    1
    2
    3
    4
    5
    6

    7
    8
    9
    13

    16
    17
    18
    20

    21
    22
    23
    24
    26
    27

    28
    29
    30


    Brasileira em Lisboa, Portugal
    blogs SAPO
    tags

    “força aérea

    300

    80 anos de bento xvi

    aeronáutica

    affonso romano

    agência nacional de aviação civil

    água

    alimentação medieval

    alinhamento ideológico

    amarildo

    ancine

    andre desek

    anibal phillot

    animação

    ariano suassuna

    arquitetura

    arsenal

    arte

    arte brasileira contemporânea

    arte contemporânea

    arte pop

    arte pública

    artes visuais

    assalto

    assédio

    assembléia legislativa de perrnambuco

    atendimento aos municípios

    bacanal

    banco do brasil

    bento xvi

    bienal

    bloogueiros portugueses

    bobagens

    bolívia

    boris kossoy

    boris nikoláyevich yeltsin

    brasil

    bruna putistinha

    bruna surfistinha

    caetano veloso

    caetés

    campanha na rede

    cansei

    caos aéreo

    caricatura

    carlos wilson

    cartel

    células-tronco

    cenografia

    censura no brasil

    charge

    christina fontenelle

    cidades

    cinema

    classe média

    clement greenberg

    clodovil

    co-rio

    combater ao crime

    comissão de constituição e justiça do se

    comunicação

    congressistas

    congresso nacional

    conselho nacional de cinema

    controlador de vôo

    corrupção no brasil

    cow parade

    cow parade no brasil

    cpi do apagão

    crime

    crítica de arte

    culinária temática

    curadoria

    cursos

    diogo mainardi

    escultura

    fotografia

    governo

    governo do pt

    governo lula

    humor

    impunidade

    lei rouanet

    literatura

    lula

    mec

    minc

    patrocínio cultural

    poéticas

    política

    política cultural

    política pública

    políticas públicas

    prefeitura são paulo

    pt

    segurança

    turismo

    universidade

    violência

    violência urbana

    todas as tags