30 comentários:
De Daniel J. Butzke a 15 de Abril de 2007 às 19:59
Santa,

As recomendações da Embaixada francesa valem para os brasileiros. Infelizmente!


De Daniel J. Butzke a 15 de Abril de 2007 às 20:00
Não posso deixar passar: as imagens do teu blog são fortes, estéticas, lindas. Onde encontras?


De Maria Oliveira a 15 de Abril de 2007 às 21:34
Ainda bem que vivi um tempo em que andava pelas ruas com tranquilidade, a noite voltava do teatro sem medo. E hoje vivemos sob o julgo da insegurança, sem o direito de ir e vir ...


De LUCASIVUCA a 15 de Abril de 2007 às 21:37
Falta segurança no chão e no espaço aéreo. Tou procurando um lugar seguro...


De Star a 15 de Abril de 2007 às 23:56
Oi Santa querida, pior de tudo é que eles até foram bem delicados... a gente tem que engolir seco e seguir os conselhos também... não é?

Boa semana, beijo


De Anónimo a 16 de Abril de 2007 às 04:18
Por que os turistas não podem fazer seu estoque para os malas? É por se adaptar ao meio que ainda estamos vivos. Deixa eu desligar que estou ouvindo tiros...


De Mestre a 16 de Abril de 2007 às 04:22
E em Pernambuco então, onde até a polícia é assaltada e desmoralizada. Imaginem os turistas.


De Silvio Vasconcellos a 16 de Abril de 2007 às 10:38
Essas instruções são comuns há muitos anos nos vôos que aqui chegam oriundos do exterior. São as mesmas que passamos para nossos filhos cada vez que saem à rua.
Até quando a orientação será NÃO REAJA? É claro que reagir a assaltos não é nada salutar, mas enquanto sociedade, precisamos reagir e procurar onde está o cerne da questão. É preciso pensar além de um mandato político dos legisladores e do executivo; muitos magistrados devem passar a pensar além de suas próprias contas bancárias.
Quando será que o espírito de justiça dos novos idealistas do MP e PF contaminará as entranhas dos políticos?


De Blogildo a 16 de Abril de 2007 às 12:06
O "dinheiro do ladrão" é uma espécie de imposto informal para trafegar no Rio.


De Fábio Max a 16 de Abril de 2007 às 15:24
Não sei o que é pior:

A "política" de segurança do RJ.
Ou a "política" de segurança das autoridades francesas...

Também apóio as pesquisas sobre células-tronco...embora acredite que é bom definir limites éticos para tanto, evitando abusos.


Comentar post