18 comentários:
De Anónimo a 27 de Junho de 2007 às 08:28
Noticias Populares!, que baita saudade...pingava sangue e a edição de carnaval então, putaria pura...bons tempos que não voltam mais....

Bjs

Marcos Santos


De Sílvio Vasconcellos - Minicontos a 27 de Junho de 2007 às 08:28
O surrealismo desvia o pensamento do óbvio. Assim, quem lê ou observa uma figura surreal leva consigo a mensagem por mais tempo.
Há tantos fatos bizarros diante de nós ultimamente, que está ficando tudo corriqueiro. Os meios de comunicação em massa buscam refúgio
nessa idéia para destacar-se e ganhar espaço no inconsciente coletivo.


De Sílvio Vasconcellos - V & V a 27 de Junho de 2007 às 08:31
Santinha!!

Obrigado pelo blog em destaque! É melhor que qualquer selo!

Falar nisso, te deixo um selinho!

Sílvio


De Juli a 27 de Junho de 2007 às 09:05
Estou na área...:)


De Eduardo a 27 de Junho de 2007 às 09:53
Santa,

Lembrei daquela palestra da Rebecca (USA) sobre arte e propaganda... Lembra disso?


De Moita a 27 de Junho de 2007 às 11:00
Santíssima

Os MCM empuram todos como se fôramos gado vacum ou cavalar pro mesmo fim, o matadouro das quase hunanimidades.

Beijos sacrílegos


De R.C a 27 de Junho de 2007 às 15:35
Interessante Zachen!

bjx

RF


De Amigo de Lula preso pela Xeque-Mate revela a 27 de Junho de 2007 às 15:39
Amigo de Lula preso pela Xeque-Mate revela que o presidente tem interesse na legalização do jogo no Brasil


O poderoso Lula da Silva tem todo interesse na expansão dos jogos de azar no Brasil, embora, no começo de seu governo, tenha jogado para a platéia, reprimindo os bingos, para parecer o contrário. Lula defende o crescimento dos bingos, e vê o setor com bons olhos como um “gerador de empregos”. Curioso é que estas “boas intenções” de Lula em relação à jogatina acabam de ser reveladas por um dos presos mais notórios na operação Xeque-Mate – a mesma que enrolou o primeiro-irmão Vavá.


De Fabiana a 27 de Junho de 2007 às 15:47
Santa,

É o que eu sempre disse: aqui eu só aprendo...Beijos.


De Toque das ruas a 27 de Junho de 2007 às 19:16
E o mesmo princípio, imagens do inconsciente coletivo como forma de atingir o grande público, é usado para manipulação das massas.


Comentar post