35 comentários:
De Rodrigo Xavier a 9 de Março de 2007 às 03:50
Santa, esse Bruno Maranhão é o perfeito militante revolucionário: age com destruição, mora muito bem e respalda as "boas causas". E quanto ao quebra-quebra, nunca vai dar em nada mesmo. Abraços.


De DO a 9 de Março de 2007 às 07:49
Com todo o respeito às pessoas de bem do partido,mas sempre que eu escuto a palavra PT,lembro-me de gangue,quadrilha,safados e outros adjetivos quetais,heheheh
Beijos,SANTA!!


De Eduardo a 9 de Março de 2007 às 07:50
É de causar náuseas mesmo.


De a 9 de Março de 2007 às 08:15
Santa, é que PT não pratica crime, erra...

Lembra o que disse na imprensa o deputado Fernando Ferro (PT) que Bruno Maranhão sofra uma punição branda, a exemplo do que ocorreu com petistas envolvidos em irregularidades como o escândalo do mensalão.


De Toque das ruas a 9 de Março de 2007 às 09:36
Biografia comentada

Bruno Maranhão, membro da executiva do PT, filho de usineiro, mora em espaço apartamento em bairro nobre, nas horas vagas dirige Movimento dos Sem Terra. Preso por comandar quebradeira contra prédio público é solto impunemente, trabalha para reeleição de Lula e atualmente, aparece frequentemente na mídia, faz pose e ri da cara do povo.


De Chega de Impunidade! a 9 de Março de 2007 às 09:42
Nesse ultimo mês o assunto da violência no Brasil voltou à baila. Inspirado pelo brutal assassinato do menino João Helio, que foi arrastado impiedosamente pelas ruas do Rio de Janeiro. Mais uma vez menores estavam envolvidos no crime.

Infelizmente, João Helio é mais um. Mais um na estatística. E o que é pior, não será o ultimo. E sabe porque? Por conta impunidade. Não adianta discutirmos a redução da maioridade penal. Quando ouvimos os que a defendem parece que essa é a solução mágica para todos os problemas, mas não é...
Por Karina Florido


De Angelo da C.I.A. a 9 de Março de 2007 às 09:44
E eu fico pensando comigo mesmo: Se eu encontro um vagabundo desses sei lá, na rua, no shopping, na praia, seria difícil não ir lá dar pelo menos um peteleco na cabeça dele. E aí, o que aconteceria comigo? Quem me acobertaria? Eu ficaria impune?

Este país é uma merda mesmo.


De Walter Carrilho a 9 de Março de 2007 às 10:10
Resumindo: não podemos prender um traficante porque os outros estão soltos. É isso ou eu entendi errado?


De Silvio Vasconcellos a 9 de Março de 2007 às 10:14
Que é pior: o bosta que mostra a cara em rede nacional ou a cambada que o deixa livre?
Se o PT prefere manter o asno em suas fileiras, azar é dele. Continuará com a pecha que adquiriu nos últimos dois anos.
O que não entendo é como a justiça deixa esse arruaceiro irresponsável frequentar as ruas, sem falar nos palácios onde desfila a saborear as guloseimas e canapés que nós, contribuintes, pagamos.


De Antonio Carlos S. Monteiro a 9 de Março de 2007 às 10:53
Engraçado, pra mim, ou melhor, pra todos a setença é completamente pessoal, individual. porque esperar pelos outros? senteça coletiva? bom, no Brasil pode-se tudo, até invenção jurídica pra legitimar despotismos...


Comentar post