11 comentários:
De Anónimo a 30 de Janeiro de 2008 às 08:27
É assustador!. E pior, não é de hoje, ou só desse governo. E não adianta querer culpar a mídia. Desde o primeiro Mapa da Violência do Brasil (1998), já apontava Pernambuco e Espírito Santo como os dois Estados mais violentos do País – na época não tinha o recorte por municípios. Em fevereiro do ano passado o Estadão publicou um levantamento municipal e demonstrou que 45,4% das cidades pernambucanas estavam na lista das mais violentas, incluindo Recife e sua zona metropolitana. Agora, esse Mapa da Violência nos Municípios 2008 e Recife é uma das capitais, mas violentas do Brasil. Isso é que dá nenhum governo assumir um programa de combate à violência – ao contrário fogem: não é popular, o orçamento é grande e requer gestor competente. Recursos têm, e muito. Basta ver o desvio do dinheiro público em corrupção, os milionários gastos com publicidade do governo e em ações populistas. Quanto aos gestores... – bem, enquanto lotearem o País com escolhas políticas e não pela competência técnica continuaremos a reboque , não da mídia e sim, da histórica irresponsabilidade do governo federal, sem aliviar a parte que cabe aos governadores.


De Silvio Vasconcellos a 30 de Janeiro de 2008 às 09:17
Primeiramente a foto: terrível! Sempre ensinei a minha filha quando assustava-se com as notícias sobre violência que, enquanto estivessem nas manchetes, seriam fatos isolados; quando passassem para as páginas internas dos jornais deveria ter medo. A banalização da violência é o meu maior temor.
Segundo, por que Recife? O que faz dessa linda capital ser exceção no Nordeste?
Terceiro, a feliz ausência. São Paulo está vencendo a guerra contra o crime. Que medidas podem ser adotadas em outras praças?
Quarto: Porto Alegre, minha capital. Tantas vezes considerada uma cidade privilegiada, está entre as 10 capitais mais violentas. Reflexo de um estado falido, em constantes debates políticos, sem que haja união dos poderes para enfrentar definitivamente a falência pública.


De Flor de Lis a 30 de Janeiro de 2008 às 10:11
Chocante!


De Lenice Gomes a 30 de Janeiro de 2008 às 10:33
A imagem é o retrato da barbárie. Essa geração de filhos da banalização do crime serão os próximos a engordar estatísticas macabras.


De ZEPOVO a 30 de Janeiro de 2008 às 10:56
A foto diz muito mais que as estatísticas.
Nós não nos assustamos mais com números, que na realidade devem ser bem maiores que os informados.


De Fábio Mayer a 30 de Janeiro de 2008 às 11:56
Quem diria!

São Paulo não está na lista das mais violentas, mas Curitiba está...

Triste viver num país assim, onde a vida perdeu valor.


De Marcos a 30 de Janeiro de 2008 às 16:26
Hoje também falei dessa pesquisa e das "justificativas" que as autoridades estão arrumando para desacreditar o estudo.


De Clê a 31 de Janeiro de 2008 às 00:46
A violência em Pernambuco continua assustadora e não tem como esconder. O governo é tão incompetente que é possível até que nem tenha controle sobre número de mortes no Estado. Sem controle desses dados, que seria o mínimo, como então aplicar medidas e recursos para diminuição da violência? Salve-se quem puder!


De Saramar a 31 de Janeiro de 2008 às 09:17
Santa, a foto é chocante.
Mais chocante é perceber que vivemos praticamente em estado de guerra e vamos nos acostumando com a violência aponto de não mais exigir dos governantes as providências que deveriam adotar urgentemente.
De um lado, cidadãos inertes, de outro governantes indiferentes. Entre eles, "o corpo estendido no chão".

beijos


De DO a 31 de Janeiro de 2008 às 10:19
É de estarrecer que,em pleno século XXI,tenhamos que conviver com barbaridades como esta,SANTA.
Muito triste.

Beijos!!

http://www.ramsessecxxi.blogger.com.br/


Comentar post