De Duda a 4 de Janeiro de 2008 às 11:53
Não entendo tanta popularidade uma vez que o pobre continua pobre e desempregado, sobrevivendo de bicos, a classe média humilhada e reduzida ao pó e os ricos, exceto os banqueiros, reclamando dos juros altos e da elevada carga tributária.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres