De artepublica a 20 de Abril de 2007 às 14:17
O que se deve questionar aqui é o que faz um secretário de estado, no caso o de cultura, pego dando aula espetáculo? Não sabe o secretário de cultura que ao assumir a pasta tem compromisso com o contribuinte de trabalhar pelo setor? Para tal é pago com dinheiro público, e bem remunerado, diga-se de passagem. Não sabe o atual secretário que, ao assumir um cargo público, e por fazer esta opção, os compromissos e interesses particulares, sejam de ordem pessoal ou profissional, darão lugar aos interesses públicos. O mesmo se aplica ao cantor Gilberto Gil que uma vez ministro não poderia fazer show, viagens para divulgação DVD, para atender interesses da sua Empresa, etc., durante sua gestão no Ministério da Cultura. Então, se o secretário de cultura pretende passar a gestão fazendo suas palestras, divulgando seus livros - como fez qdo secretário de Arraes -, a sociedade pode e deve cobrar do atual governador, do conselho estadual de cultura, nos fóruns de classe, na imprensa e nos blogs.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres