32 comentários:
De Sílvio Vasconcellos a 27 de Agosto de 2007 às 09:58
Tomar consciência de sua própria ignorância só é possível quando se aprende algo. Quanto mais sei, mais sei que nada sei (alguém já disse isso).

Quem fica negando o que sabe, nunca terá consciência do que tem a aprender e, ao ocultar-se em sua ignorância, falsa ou não, estará estabulado em seu miserável ego.

A propósito disso postei hoje em http://minicontos.blogspot.com</a>


De ROÇA COISA É OUTRA LIMPA a 27 de Agosto de 2007 às 10:31
Na verdade FHC deixou a presidência e foi TRABALHAR no exterior, aliás como sempre TRABALHOU.Acho que é isto que incomoda o Lula.


De artepublica a 27 de Agosto de 2007 às 10:39
A frase denota ns verdade sua imensa inveja pelo que FHC.


De Maria Oliveira a 27 de Agosto de 2007 às 10:43
Minha sugestão é que Lula reingresse aqui no nordeste na escola pública lulista que ele inventou.


De Carlos Eduardo da Maia a 27 de Agosto de 2007 às 10:52
De forma implícita e, também, explícita Lula está alimentando o antagonismo social. OU seja ele está divulgando o ódio entre classes, motor da chamada revolução bolivariana que certa esquerda defende para um Brasil melhor e possível. E quando a classe média se cansa e pede para o Brasil funcionar para que o brasileiro tenha uma melhor qualidade no serviço público, certa esquerda acusa o golpismo, o elitismo e o escambau. Lia Luft escreveu sobre isso na última Veja.


De Fábio Mayer a 27 de Agosto de 2007 às 11:26
Santa,

Lula faz o jogo do povão, que detesta quem estuda. Ele não seria o fenômeno eleitoral que é, se pregasse o esforço descomunal em estudar, porque o povão não quer saber disso, não quer saber de ler, nem de pensar.

Aqui na cidade onde vivo, entre 9, há apenas um vereador que fez faculdade, basicamente porque pessoas instruídas não tem chance nenhuma de serem eleitas, o povão os acha "espertos" demais.

Enfim, Lula falou para sua freguesia... eu não acho essencial que um presidente tenha diploma universitário mas por óbvio não concordo com a frase do Sr.Lula, porque o progresso nasce nas mentes brilhantes, não nas dos preguiçosos. Mas o fato é que Lula falou para a platéia, o que ela queria ouvir... não se atribua apenas a ele a preguiça de estudar.

Porém, FHC pode ser um acadêmico de renome mas foi péssimo presidente (Lula não seria reeleito sem aquele processo reeleitoral nojento que houve nos tempos de FHC, que fez troca-troca de favores igualzinho aos que o atual presidente faz), sem contar que, mesmo como acadêmico, pesa contra ele a famosa frase: "esqueçam o que escrevi"...


De Clau a 27 de Agosto de 2007 às 11:32
Ora Santinha, ele pode lecionar sobre cachaça - seus benefícios (amnésia, já que ele nunca sabe de nada) e as vantagens econômicas para o Brasil - afinal, já temos biodiesel de picanha, né....

A verdade é que não dá mais para sequer ouvir o que este homem diz. Como disse o Carlos Eduardo, ele está alimentando (com argumentos prá lá de estúpidos, já que não possui capacidade argumentativa) um ódio como nunca existiu 'nestepaiz'.

Eu costumo dizer que Lula foi um torneiro mecânico incompetente, pois um torneiro competente e atencioso jamais perderia seu dedo trabalhando.
Não estudou quando teve todas as oportunidades e tempo, mostrando que é preguiçoso e indolente, e ainda faz disso um grande orgulho: 'um semi-analfabeto que chegou aonde chegou'. Agora é fashion não estudar...se Lula não estudou e está onde está, para que estudar?

Esta é a lógica míope que paira nas cabeças pseudo-pensantes...estamos criando um país de Lulinhas, um país de pagodeiros e jogadores de futebol. Ninguém mais quer ser médico ou professor e quem quer estudar, estuda para fazer concurso público.

FHC é tudo que Lula não é e gostaria de ser: um estadista.

Nem 100 anos de análise curam.

Beijos


De quem lembra disso? a 27 de Agosto de 2007 às 11:33
“No Mínimo”.
Antes da gravação do Programa Roda Viva, no fim de 2006, o jornalista Paulo Markun entregou a Lula três volumes, com as melhores entrevistas do programa, dizendo-lhe que apenas o primeiro estava concluído; os outros dois, ainda incompletos, paravam na capa, com as páginas em branco; Lula devolveu os livros, dizendo que os dois em branco eram livros bons, porque “a gente nem precisa ler”.


De nido a 27 de Agosto de 2007 às 11:48
Justiça seja feita - Lula poderá ensinar, por exemplo, um dos grandes gargalos que leva tanto trabalhador do brasileiro a falência em seu orçamento doméstico - o cartão de crédito. Lula ensinará como gastar milhões em cartão de crédito (corporativo)sem prestar contas, sem juros efeito cascata, e, sobretudo com saques em dinheiro.


De Serjão a 27 de Agosto de 2007 às 12:12
Foi a Turma de FHC que inventou Lula, Santa. Esta conta é dele e nq tasca.

Abs de seu devoto


Comentar post