37 comentários:
De Silvio Vasconcellos a 28 de Dezembro de 2005 às 07:08
Entre tantos percalços foi ainda um ano bom. Retomei a escrever, criei 3 blogs e de quebra conheci muitos amigos pelo mundo.
Mas o maior presente que todos foram brindados na blogosfera ainda foi o Blog da Santa, que abriu caminhos, horizontes e discussões! São pelo menos 37.000 vezes que alguém no mundo pensou em cultura.


De Rosario Andrade a 28 de Dezembro de 2005 às 08:20
Querida Santa,
Entao nao houvera de ser assim? Com a qualidade e o humor a que nos habituaste, o Blog da Santa é mais como um víciozinho de estimação!!!!!!!

Um excelente ano para ti, cheio de realizações, alegrias, muita critica mordaz temperada de inteligência e muita arte!!!!!

Abracicos!


De Mac Adriano a 28 de Dezembro de 2005 às 08:58
Parabéns. Aqui em Portugal é que não se conseguia um número desses, apesar de termos aumentado o número de habitantes (agora já somos meia dúzia).


De Marquinho a 28 de Dezembro de 2005 às 09:59
Uma flor branca, pétala aveludada, molhada de orvalho!Só você Santa para nos lembrar de criação tão limpa da mãe natureza. Feliz 2006 !!!!

www.observatoriodasartes.com.br


De toque a 28 de Dezembro de 2005 às 10:01
Santa, tenho participação nesse número de acessos: visito o blog da santa umas 3 vezes ao dia:) Linda rosa branca! Um lindo 2006!!!


De Celina, SP a 28 de Dezembro de 2005 às 10:08
Eu ficaria horas admirando esta imagem. Dá uma sensação de Paz. É o sentimento mais raro nos últimos tempos. Também desejo um ano de 2006 sem as mazelas que passamos nos últimos anos.


De Blog do Arlan a 28 de Dezembro de 2005 às 10:09
Muito bonito o post Santa! A senhora é nota 1.000!!!!


De Anónimo a 28 de Dezembro de 2005 às 10:22
Altino Caixeta de Castro: o guardião das palavras


A geometria de Euclides me ampara,
mas a de Einstein é que me põe perplexo:
me exibo em versos côncavos-convexos,
minha rosa de rima é curva e clara.
A cicatriz da mágoa tem reflexos
ou se propõe na angústia que não pára.
A flor do lodo, flor do asfalto enfara
se a lésbica mulher mudar de sexo.
O que não muda é o homem (ser estranho)
o ser recente excelso de um rebanho
que ainda em hordas ríspidas resiste
A minha rosa é côncava-convexa,
agora o que não sei nesta conversa
é o que Einstein e Euclides tem com isto.

"Soneto do Estranho" (dedicado a Borges, Foucault, Drummond...) é, como diz o próprio título, um soneto de exceção.


De Maria Oliveira a 28 de Dezembro de 2005 às 10:40
Santa! Santos Acessos!!!Santa Natura!!! Santa Rosa Branca!!! Santa Paz!!!! :))) Beijos e um Feliz Ano Novo.


De Fernando a 28 de Dezembro de 2005 às 10:43
Feliz Ano de 2006 para todos!! O branco foi a feliz escolha, Santa!! Nobre, pacífico, translúcido!!

fernando_lins@bol.com.br


Comentar post